Eleições 2018: Magno Malta admite que pode ser vice de Bolsonaro

O senador Magno Malta (PR) afirmou ao jornal O Estado de S. Paulo que pode ser vice na chapa do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) nas eleições para a presidência da república em 2018. Pesquisa recente feita pelo instituto Datafolha mostrou Bolsonaro em segundo lugar, com 16% das intenções de voto, atrás somente do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT), preferido por 30% dos entrevistados.

Malta considera, também, trocar de posição com o deputado e ser candidato à presidência, sendo Bolsonaro o vice. “Temos conversado que, em 2018, todos estaremos juntos, independente de posições. Aliás, não só eu e ele, mas todos aqueles que repudiam esse modelo esquerdopata que destruiu o país. Quem pode ser vice também pode ser o verso”, declarou ao Estadão.

Num vídeo publicado nas redes sociais em junho ao lado de Malta, Bolsonaro acenou com a possibilidade ao senador. “Magno, você tem muita responsabilidade para com 2018. Você tem consciência disso? Não o teu mandato de senador, algo mais alto, ou colaborar com algo mais importante para nosso Brasil. Porque, sempre digo, se a gente quiser mudar o Brasil, tem que ter gente no nosso perfil sentado naquela cadeira presidencial. (…) No ano que vem, uma certeza aqui: estaremos do mesmo lado”, afirmou o deputado.

Não é a primeira vez que Malta declara o desejo de disputar as eleições para presidente. Em janeiro, o senador postou em suas redes sociais que desejava ser candidato a presidente do Brasil e que “se sente preparado para o cargo”, porém confessou que as chances de disputar o comando do país pelo PR são mínimas.

Leia também:
Grupo J&F negocia venda da Vigor para mexicana Lala
Sob críticas, aiatolá do Irã palestra em São Paulo sobre terrorismo
MPF prorroga força-tarefa da Lava Jato em Curitiba até 2018

 
Matérias Relacionadas