Documento vazado revela como PCC usa o aplicativo da ByteDance para espalhar propaganda

ByteDance também cria vários bancos de dados de lista negra

Por Nicole Hao

Foi documentado que as empresas chinesas de tecnologia cooperam com as autoridades chinesas para censurar informações e divulgar mensagens de propaganda de Pequim.

Uma forma como o Partido Comunista Chinês (PCC) usa um aplicativo popular de leitura de notícias de propriedade da ByteDance para promover o conteúdo de propaganda do regime para os usuários foi revelado em um documento interno recentemente obtido pelo Epoch Times.

Embora os comentários anteriores de funcionários da plataforma do aplicativo ByteDance, detalhando o grau em que o software coleta dados do usuário, levantem questões sobre se os algoritmos funcionam de forma semelhante no aplicativo ByteDance mais usado internacionalmente, o TikTok, já que pretende vender seus negócios nos Estados Unidos antes do prazo final de 15 de setembro, designado pela administração norte-americana. Citando o aplicativo de propriedade chinesa, os riscos à segurança nacional e a coleta de dados do usuário, o presidente Donald Trump assinou ordens executivas no final de julho para proibir efetivamente o TikTok de operar nos Estados Unidos, a menos que encontre um comprador estadunidense.

Documento

Em 2016, o escritório de propaganda do governo da cidade de Luohe emitiu um aviso para todos os comitês do Partido Comunista Chinês no condado e escritórios do governo distrital na cidade. Luohe é uma cidade localizada na província de Henan, no centro da China.

O aviso informava todos os comitês do partido para criar contas no Toutiao, um aplicativo popular de coleta de notícias de propriedade da ByteDance. Em seguida, descreve como Toutião pode fazer com que as informações de propaganda publicadas por essas contas apareçam como recomendações para os usuários que o governo tem como alvo.

“Quando há um grande evento ou incidente de emergência acontecendo, você pode distribuir as informações para usuários escolhidos ou para usuários em regiões escolhidas. Isso apóia o governo na disseminação da informação de forma eficiente ”, afirma o documento.

O documento diz que os comitês do PCC não precisam aumentar seu número de seguidores para conseguir isso.

O documento interno que o departamento de propaganda do governo da cidade de Luohe emitiu em 2016 (Fornecido ao Epoch Times por um insider)
O documento interno que o departamento de propaganda do governo da cidade de Luohe emitiu em 2016 (Fornecido ao Epoch Times por um insider)

Algoritmo

Em janeiro de 2018, Cao Huanhuan, arquiteto de software de Toutiao, explicou como seu algoritmo rastreia preferências e hábitos do usuário, em uma postagem no site oficial do aplicativo.

O algoritmo precisa coletar três tipos de informações antes de apresentar uma postagem a um usuário: as características de uma postagem com a qual o usuário interage, as características do usuário e onde o usuário está ao abrir o aplicativo, de acordo com Cao.

As características da postagem incluem o tipo de meio como vídeo, foto, imagem ou texto; o tema da postagem, como ioga, viagem ou hip hop; quanto tempo o usuário leva para ler a postagem, como a duração do vídeo, a quantidade de fotos e a duração do texto; e as características do criador da postagem.

As características do usuário incluem seus hobbies, idade, sexo, que tipo de telefone eles usam, seu histórico de pesquisa em aplicativos ByteDcane, sua navegação na Internet e histórico de pesquisa, seu histórico de compras e assim por diante.

As características do ambiente incluem a localização exata do usuário, como em casa, em um restaurante ou em uma viagem ao exterior, e assim por diante; a que horas do dia; que tipo de rede o usuário utiliza, como 3G, 4G, 5G ou Wifi; e condições meteorológicas.

O algoritmo também selecionará os históricos de vigilância de outros usuários que são semelhantes a um usuário específico, como aqueles com hobbies semelhantes ou uma profissão semelhante.

Depois que o aplicativo obtém as três categorias de informações, uma ferramenta de inteligência artificial (IA) irá gerar recomendações para o usuário.

Cao acrescentou que o algoritmo também pode ser usado para mostrar anúncios adequados para esse usuário.

A ByteDance também criou vários bancos de dados de lista negra, disse Cao, em que existem milhões de palavras-chave ou imagens que as autoridades chinesas baniram e que não seriam permitidas em suas plataformas de mídia social. Qualquer postagem contendo um ou mais desses conteúdos seria removida imediatamente, disse Cao.

Ele não especifica como a ByteDance ou Toutiao é capaz de coletar uma grande quantidade de dados sobre comportamento e preferências.

Apoie nosso jornalismo independente doando um “café” para a equipe.

Veja também:

 

 
Matérias Relacionadas