Diosdado Cabello pode estar conectado a respirador devido à COVID-19

Por José Gregorio Martínez, Panam Post

Diosdado Cabello, considerado o número dois no regime venezuelano, está conectado a um respirador artificial no Hospital Militar de Caracas devido ao vírus do PCC, comumente conhecido como o novo coronavírus. A informação foi divulgada pelo El Nuevo Herald, citando fontes próximas à situação.

O estado de saúde de Cabello, diagnosticado com COVID-19 por quase um mês, foi descrito como “reservado”. Segundo as informações, o pessoal médico foi forçado a colocar o respirador novamente, depois de removê-lo no fim de semana.

O presidente da Assembleia Nacional Constituinte Chavista não apareceu em público desde que anunciou que tinha testado positivo para o vírus do PCC. Um contato telefônico com Nicolás Maduro na noite de segunda-feira, 3 de agosto, levantou mais dúvidas do que o próprio silêncio.

Em uma teleconferência com Maduro, os demais líderes governantes ativaram suas câmeras, exceto Cabello. A única evidência de sua participação no encontro virtual foi uma voz muito diferente da sua e, longe de dissipar as dúvidas, elas aumentaram. Nas redes sociais especulou-se que não era Cabello quem falava e, se foi, deixou claro que sua saúde não estava nada bem.

Pela conta de Cabello no Twitter, a informação de que ele teria alta foi divulgada na tarde desta quinta-feira.

Este artigo foi publicado originalmente no PanAm Post.

Veja também:

Chineses renunciam ao PCC

 
Matérias Relacionadas