Publicado em - Atualizado em 01/10/2016 às 18:43

Dilma fura fila do INSS e se aposenta um dia após impeachment

Servidores foram afastados e ministério investiga caso

Dilma se aposentou em menos de 24 horas, enquanto a média no país é de 74 dias, segundo o INSS (Antônio Cruz/Agência Brasil)

Dilma se aposentou em menos de 24 horas, enquanto a média no país é de 74 dias, segundo o INSS (Antônio Cruz/Agência Brasil)

Foi comunicado neste sábado (1°) pelo Ministério do Desenvolvimento Social o afastamento do ex-ministro petista Carlos Gabas além de outros dois servidores de carreira do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para que seja investiga suas condutas.

Há suspeita de tratamento privilegiado para a aposentadoria da presidente cassada Dilma Rousseff pelo instituto.

Reportagem feita pela revista “Época” denuncia que Dilma se aposentou em menos de 24 horas após assinar, em 31 de agosto, notificação oficial do Senado da aprovação de seu impeachment.

Leia também:
Escola no Uruguai ensina meditação para combater violência e “bullying”
Raposo Shopping recebe exposição de arte com foco em direitos humanos na China

Ela receberá R$ 5.189,82 por mês, teto da Previdência.

A média de espera para o cidadão comum se aposentar no Brasil é de 74 dias, de acordo com o INSS. Em Brasília, onde o pedido de Dilma foi aprovado, é de 115 dias.

Todo conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada. Para reproduzir a matéria, é necessário apenas dar crédito ao Epoch Times em Português e para o repórter da matéria.
  • Paulo Menezes

    A criatura comunista sempre querendo se dar bem nas costas do erário público pago pelo povo brasileiro!

Leia a diferença. Epoch Times Todos os direitos reservados © 2000-2016