Dignidade e comportamento justo trouxeram recompensas para os antigos chineses

Por três anos ele manteve sua educação na presença de uma jovem, não sendo algo que muitas pessoas podem fazer.

Por Minghui.org

Os antigos chineses deixaram um grande legado de sabedoria espalhado por inúmeras histórias de funcionários e acadêmicos renomados que exerceram o autocontrole para resistir ao comportamento imoral e não se corromper, pois entendiam que a luxúria e o desejo podem facilmente confundir uma pessoa e prejudicar sua saúde física. Eles também disseram que podem arruinar a reputação de uma pessoa e apagar sua boa sorte.

Jin Mi Di, na Dinastia Han, comportou-se de maneira adequada perante as donzelas do palácio que o imperador lhe havia concedido como recompensa. Chu Yuan, no período de Liu Song durante a Dinastia do Sul, era forte e bonito, então a princesa Shan Yin providenciou para que ele dormisse perto de seu quarto por dez dias. Ele estava de guarda com respeito e honra desde a noite até o amanhecer, não importa o quanto a princesa flertasse com ele.

O caráter virtuoso desses funcionários renomados é um bom exemplo para as gerações futuras. Houve muitas dessas histórias desde os tempos antigos. Aqui estão duas delas.

Sem tirar vantagem dos outros

Houve um médico famoso chamado He Cheng durante o período Xuanhe da Dinastia Song do Norte. Um homem chamado Sun Shiren ficou doente por um longo tempo. Ao saber da habilidade excepcional de He Cheng, Sun pediu que ele o tratasse.

A esposa de Sun era jovem e muito bonita. Ela disse a He Cheng em particular: “Meu marido está doente há muito tempo e vendemos todos os nossos objetos de valor para pagar seus cuidados, mas ele ainda está em muito mau estado. Estamos muito gratos por você ter vindo para tratá-lo. Como não temos dinheiro para te pagar, estou disposta a oferecer-me a ti como um gesto de agradecimento”.

Ele respondeu: “Senhora, você não deveria dizer tal coisa. Sua família já está em apuros financeiros e eu sou um médico que trata as pessoas para salvar suas vidas. Como posso tirar proveito de sua situação? Farei o possível para curar seu marido de graça. Por favor, respeite-se e não faça nada que possa te machucar”. A esposa de Sun ficou envergonhada com o que disse e grata pela bondade de He Cheng.

Naquela noite, He Cheng teve um sonho em que foi levado a um impressionante prédio do governo com um salão espaçoso. Um oficial disse a ele: “Você manteve elevados padrões morais em sua prática médica. Em particular, você não tirou vantagem das pessoas em situações difíceis e não violou a virtude de uma mulher. Sua boa conduta impressionou os deuses. Eu tenho um decreto do Imperador de Jade para oferecer a você uma posição oficial e uma recompensa de 50.000 moedas”.

Quando He Cheng acordou, ele pensou que era apenas um sonho. Como médico rural, como é possível obter um cargo oficial? Então ele não levou o sonho a sério.

Meio ano depois, o príncipe herdeiro adoeceu e nenhum dos médicos do palácio pôde ajudá-lo. Avisos foram postados em todos os lugares procurando especialistas médicos. He Cheng respondeu à chamada e foi chamado ao palácio real. Ele prescreveu apenas duas doses de ervas medicinais e o príncipe herdeiro se recuperou totalmente. O imperador ficou tão satisfeito que ofereceu a He Cheng um cargo oficial e uma recompensa de 50.000 moedas. He Cheng então relembrou seu sonho e ficou surpreso ao ver a cena de seu sonho se tornando realidade.

Mantenha uma atitude nobre

Liu Lishun era do condado de Qi na Dinastia Ming. Quando ele era jovem, ele foi contratado como professor de uma escola por um homem rico local. Como um gesto de respeito, o homem rico contratou uma bela jovem empregada para cuidar da casa de seu novo senhor. A jovem donzela seguia Liu por toda parte, cuidando de todas as suas necessidades. À noite, ela dormia no quarto de Liu.

Três anos se passaram e Liu Lishun estava prestes a deixar sua cidade natal para fazer um concurso para funcionário público. O homem rico sugeriu que Liu levasse a jovem donzela com ele como sua concubina como um símbolo de sua gratidão.

Liu respondeu: “Estou muito grato por sua gentileza em contratar uma jovem gentil e inteligente para cuidar de mim por três anos. Embora estivéssemos juntos dia e noite, nunca a toquei. Eu sou um estudioso e leio os clássicos. Como eu poderia violar o comportamento ético tomando uma concubina antes de me casar?”. Liu sugeriu que seu patrão escolhesse um bom homem para ser o marido da jovem donzela.

Liu fez o exame imperial e obteve o primeiro lugar, tornando-se um renomado estudioso confucionista. Imagem ilustrativa (domínio público/Wikimedia Commons)
Liu fez o exame imperial e obteve o primeiro lugar, tornando-se um renomado estudioso confucionista. Imagem ilustrativa (domínio público/Wikimedia Commons)

O homem rico duvidou que Liu estivesse lhe contando a verdade. Ele pensou consigo mesmo: “Liu e a jovem empregada passaram três anos juntos. As pessoas têm sentimentos, como é possível que Liu seja completamente inocente?”.

O homem rico pediu à esposa que consultasse a jovem donzela. A empregada respondeu: “O Sr. Liu é muito modesto e respeitável. Ele nunca disse nada para me provocar ou flertar comigo e nunca fez nada impróprio. Embora às vezes eu estivesse muito perto dele, ele não demonstrava emoções impróprias e nunca me tocou”.

Quando o homem rico se convenceu de que o que a donzela dizia era verdade, ele admirou Liu como um verdadeiro cavalheiro que não era apenas um conhecedor, mas também um homem íntegro. Por três anos, ele manteve sua educação na presença de uma jovem. Não era algo que muitas pessoas pudessem fazer.

No sétimo ano do reinado do Imperador Sizong na Dinastia Ming, Liu fez o exame imperial e foi premiado com o primeiro lugar. Mais tarde, ele realizou grandes coisas e se tornou um renomado estudioso confucionista. As pessoas que conheciam sua história atribuíram seu sucesso às bênçãos do céu por causa de seu caráter excepcional.

Entre para nosso canal do Telegram.

Siga o Epoch Times no Gettr.

Veja também:

 
Matérias Relacionadas