Dicas do oriente e do ocidente para emagrecer

A medicina tradicional chinesa é um sistema completo de medicina que inclui procedimentos únicos de diagnóstico, assim como tratamentos que abrangem acupuntura, medicina herbácea, exercícios, dieta e meditação para guiar os pacientes por um caminho de verdadeiro bem-estar. A base da medicina chinesa é o princípio do equilíbrio. Quando uma pessoa é equilibrada tanto no corpo como na mente ela pode alcançar e manter uma boa saúde.

A medicina chinesa adota uma abordagem única para o emagrecimento, usando um método de redução gradual que ensina você a reprogramar seus hábitos alimentares e saber como pode aprimorar significativamente sua própria condição. Claro, os resultados dependem do tipo do seu corpo e do esforço que você coloca.

A acupuntura é usada primariamente para fortalecer os sistemas endócrino e digestivo. Acredita-se que os pontos de acupuntura estimulam o sistema nervoso central (o cérebro e a medula espinhal) para liberar químicas dentro dos músculos, da medula espinhal e do cérebro. Essas químicas alteram o equilíbrio da química do corpo e liberam outras químicas, tais como os hormônios, que influenciam o sistema de auto-regulação do corpo.

A medicina herbácea é um componente importante para chegar à raiz do seu problema de peso. Ervas podem estimular o sistema digestivo, ajudar o estômago e o baço a se tornarem mais eficientes na transformação e transporte da energia do alimento que você consome. Isso naturalmente diminui seu apetite.

Quatro dicas ocidentais 

Para obter um emagrecimento bem-sucedido, você deve aplicar essa regra: “Coma menos com mais frequência e se movimente mais”. Isso significa comer menos açúcar, carboidratos simples e gorduras saturadas. Coma algo nutritivo a cada poucas horas para manter os níveis de açúcar do sangue e o metabolismo. As escolhas dietéticas certas podem ter um profundo impacto na sua saúde e longevidade.

Quando você se exercita mais está impulsionando seu metabolismo e aprimorando sua fornalha de queima de gordura. Ao evitar ganho de peso você evita riscos maiores de muitas doenças crônicas, incluindo doenças cardíacas, derrame, diabete tipo dois, pressão alta, osteoartrite e algumas formas de câncer.

1. Calorias

– Ingira menos calorias e então você pode acelerar os resultados da perda de peso.
– Ingira mais calorias e então você pode acelerar os resultados do ganho de peso.
– Mulheres devem restringir sua ingestão a 1.200 calorias por dia.
– Homens devem restringir sua ingestão a 1.500 calorias por dia.

Esteja ciente sobre suas calorias. Se você não sabe quantas calorias há em sua refeição, acredito ser essencial aprender a usar essa excelente ferramenta para emagrecer efetivamente.

Grave em um caderno ou diário as calorias de tudo o que você coloca na sua boca por uma semana. Esteja sintonizado com o total de calorias que você consome diariamente e faça um esforço para substituir comidas gordurosas por aquelas de baixa caloria como vegetais e frutas.

2. Disciplina 

Eu não posso enfatizar o suficiente como a disciplina é o segundo aspecto mais importante para emagrecer ou para alcançar qualquer tipo de sucesso na sua vida. Disciplina é o segredo para o plano mais efetivo, eficiente e bem pensado que você pode fazer para si mesmo. Alguns de nós necessitamos um pouco mais em nossas vidas do que outros. Você pode obter uma grande ajuda e entendimento ao fazer o seguinte:

– Crie um plano para emagrecer. Já compre sua comida.
– Planeje sua alimentação.
– Coma cinco vezes ao dia.
– Planeje seus dias de exercício.
– Beba água, vitaminas purificantes e suco.
– Incorpore ao seu dia técnicas de bem-estar mental.
– Liste ou anote o que você comeu em cada refeição.
– Se você quiser mapear as calorias, faça isso pelos primeiros 30 dias.

A ideia geral dessas sugestões é justamente lhe mostrar quanto você está comendo, quantas calorias você está consumindo e colocar você em um caminho que o ajustará para um grande sucesso.

3. Controle da porção

Essa foi uma lição difícil para eu aprender. Como um dançarino e alguém que sempre trabalhou fora eu acreditava que tinha minha porção sob controle. Finalmente eu aprendi porque eu ficava com aquele inchaço e sensação de desconforto depois de comer. Era o tamanho da minha porção.

Claro, eu era ativo e me exercitava, mas conforme eu envelheci e meu metabolismo diminuiu minhas porções não mudaram com o resto de mim. Uma vez eu entendi a disciplina por detrás disso, isso mudou minha vida. Um jeito fácil de entender o controle da porção é olhar no verso qualquer rótulo nutricional.

Em uma mostra de rótulo uma porção servida é uma xícara. A porção servida tem 250 calorias. Há 12 gramas de gordura nessa porção servida. Olhe a fibra, o sal, a gordura saturada, a gordura trans e o número total de gorduras. Esses são para essa uma porção servida. Sempre é uma boa ideia prestar atenção a essas informações, especialmente quando você está comprando comida.

Coma porções para saciar a fome, não para limpar o prato. No jantar, se você tem carboidratos complexos (batata, batata-doce, arroz integral) na sua refeição, você não deve ter mais do que uma xícara cheia. Metade do seu prato deve ser de vegetais. As porções de carne, peixe ou frango devem ser do tamanho do seu punho. O controle da porção é o segredo para um peso saudável.

4. Exercitar-se

Conforme você envelhece a composição do seu corpo gradualmente muda, a proporção de músculos diminui e a proporção de gordura aumenta. Essa mudança diminui seu metabolismo, tornando-se muito mais fácil ganhar peso. Muitas pessoas se tornam menos ativas quando envelhecem, aumentando o risco do ganho de peso. O ganho de peso pode ser prevenido ao escolher um estilo de vida que inclui bons hábitos alimentares e exercícios diários.

Você precisa se mexer. Uma caminhada ao redor do quarteirão apenas não vai cortar isso. Você investiu tempo criando um plano, você fez compras e você está comendo as porções apropriadas, mas exercício é o que o seu corpo precisa para realmente mantê-lo saudável, em forma e forte.

Exercitar-se não apenas ajuda a queimar calorias em excesso, mas aumentar sua atividade física pode também modificar a maneira como seu cérebro regula a fome, os hormônios e o estresse, tornando você menos suscetível ao desejo por comida.

Se atualmente você está em um plano de exercício e você não está perdendo o peso que você quer, você precisa dar um passo adiante. Mude sua rotina. Mude os exercícios que você está fazendo. Misture-os. Você deve fazer tanto exercícios aeróbicos como anaeróbicos.

Se atualmente você não está malhando, é hora de começar. Faça um plano de exercício, encontre um treinador capacitado ou junte-se a uma academia ou aula da comunidade, tais como yoga, tai chi, Pilates ou um grupo de corrida. A coisa mais importante a se fazer é encontrar um programa de atividade física com o qual você se sinta ótimo realizando.

Andrew Pacholyk, M.S., L.Ac., está no campo da saúde alternativa há 18 anos. Ele é um perito em medicina do esporte, infertilidade e ginecologia, gerenciamento de dor e terapias antienvelhecimento. www.proacumed.com

 
Matérias Relacionadas