Desfile em NY pede o fim da perseguição ao Falun Gong na China

Milhares de praticantes de Falun Gong de mais de 50 países realizaram um grande desfile próximo das Nações Unidas em Manhattan, no dia 14 de maio de 2014. O evento ocorreu perto da rua 47 e da segunda avenida, despertando o interesse dos nova-iorquinos sobre o Falun Gong e seus princípios base: Verdade – Compaixão – Tolerância. Muitos também quiseram saber mais sobre a perseguição à prática que ocorre na China desde 1999.

Durante o desfile os praticantes buscaram transmitir a beleza do Falun Gong e expor a perseguição, especialmente a extração forçada de órgãos de praticantes ainda vivos. Este foi um desfile inédito em Manhattan, pois ocorreu em um dia da semana para chamar a atenção ao pedido de fim da perseguição na China.

Funcionários da ONU se comovem com o desfile

Enquanto observava o desfile, Sr. Bashir, um funcionário da ONU disse que “o desfile é muito bonito. Ele traz novos ares de frescor para Nova York!” Ele acrescenta “eu vou estudá-lo [folheto do Falun Gong]. Isso é novidade para mim. Eu vou descobrir mais sobre a prática.”

O Sr. Thornberry, que também trabalha na ONU, viu o desfile durante a sua pausa para o almoço. Ele disse que o desfile e a música eram bonitos e refletiam as tradições chinesas. “Eu conheço o Falun Gong”, ele comentou. “O Falun Gong é uma boa prática e a perseguição é errada e injustificada. As pessoas não deviam ser perseguidas por sua crença”, ele acrecenta.

Os participantes do desfile têm um espírito altruísta

Craig, editora de publicações jurídicas, viu o desfile durante seu almoço. “Almoço fora todos os dias, mas eu não vejo desfiles assim todos os dias”, ela disse. Ela ficou contente por ter ganhado uma flor de lótus de papel e um panfleto do Falun Gong. “Aqueles que estão no desfile têm o espírito de dar”, ela comentou e disse que planeja obter mais informações sobre o Falun Gong na internet.

Espalhar Verdade – Compaixão – Tolerância é muito importante

Sandra trabalha próxima do local do desfile. Ela comentou sobre a forma como o evento foi organizado dentro dos princípios da Verdade – Compaixão – Tolerância. “Estou feliz em ver: Verdade – Compaixão – Tolerância, é tão importante! Eu sou grata que este grupo traga essa mensagem, além de boa informação a tantas pessoas em Nova York. Eu acredito que em breve um monte de gente vai conhecer a mensagem desse desfile”.

Anna também gostou da mensagem. Ela assistiu ao desfile com sua colega e disse: “Você sabe, eu gosto de Verdade – Compaixão -Tolerância. Acho que todo mundo precisa disso. O mundo inteiro precisa disso.” Anna disse que iria ler o folheto e aprender mais sobre o Falun Gong.

Falun Gong deixa você mais forte

Ela Alpilib começou a aprender os exercícios do Falun Gong quando viu o desfile: “Eu tive uma forte sensação de que eu gostaria de aprender, então eu perguntei ao senhor que me deu um panfleto: ‘você pode me ensinar?’ e ele disse OK. Então, eu comecei a aprender os exercícios na calçada. Eu me senti muito confortável e cheia de energia!”

Apoiando os esforços dos praticantes do Falun Gong para resistir à perseguição

Maurício viu o desfile e leu um panfleto que lhe foi entregue: “Eu gosto da mensagem do desfile. Eu só descobri agora sobre a perseguição na China que vem acontecendo há muitos anos. Espero que mais pessoas apoiem esse grupo para resistir à perseguição. Eu faço yoga e conheço o benefício da meditação… eu dou apoio aos seus esforços para resistirem à perseguição. Eu acredito que este grupo vai se tornar mais e mais forte”.

Lilian e José trabalham em um escritório de advocacia perto dali. Eles acharam o desfile bonito e tranquilo. Eles também viram bastante ocidentais no desfile. José disse: “Eu gosto de Verdade – Compaixão – Tolerância. Devemos valorizar tais valores. É importante nos sensibilizarmos para a questão do Falun Gong. Boa sorte!”

Interesse em aprender sobre o Falun Gong

Sara Obyle viu o desfile com sua colega. Ela gostou das tradições chinesas refletidas no desfile e o fato de que muitos praticantes não-chineses de todo o mundo trouxeram suas próprias bandeiras e mostraram sua alegria em pratica .

Esta foi a primeira vez que ela se deparou com o Falun Gong. Sara e sua colega planejaram saber mais sobre a prática pela internet.

Gail ouviu a ‘Divine Land Marching Band’ e desceu as escadas imediatamente. Ela disse que a prática parecia estar no mundo todo e que o desfile foi muito bem apresentado. Ela iria fazer uma pesquisa online sobre a prática.

Nikki também assistiu ao desfile com suas colegas na frente do prédio de seu escritório. Ela disse: “Eu realmente gosto deste desfile, especialmente na frente da banda. Isso me dá uma grande sensação de uma espécie de mensagem de primavera. Olhe para essas bandeiras! Dão uma sensação de esperança para as pessoas!”

Chineses felizes em verem o desfile

Um turista chinês se deparou com o desfile e disse que aquilo era uma coisa que ele nunca tinha visto na China. Ele tinha acabado de saber dos fatos sobre a perseguição durante a sua viagem. Ele acreditou que a perseguição estava errada e foi causada pelas organizações filiadas ao Partido Comunista Chinês.

A Sra. Li e sua família assistiram ao desfile. Ela veio da China há três anos. Ela disse: “Eu tenho visto alguns desfiles do Falun Gong, mas nenhum deste tamanho e com tal estilo! É muito encorajador ver que o Falun Gong está crescendo forte. É espetacular ver um desfile tão grande como esse em Manhattan. O desfile é tão grande que eu não posso ver o final dele.”

 
Matérias Relacionadas