Desentendimentos conjugais diminuem à medida que o casal envelhece

Um dos benefícios de um casamento duradouro é ter menos discussões com o passar dos anos, segundo um recente estudo da Universidade do Estado de São Francisco. O estudo concluiu que, à medida que os casais envelhecem, eles se tornam propensos a lidar com os desentendimentos simplesmente mudando de assunto.

Os resultados estão de acordo com pesquisas anteriores que mostram que, à medida que as pessoas envelhecem, elas evitam o conflito e buscam experiências mais positivas para, assim, terem uma qualidade de vida melhor nos anos que lhes restam.

O estudo teve por base 127 casais, de meia-idade ou idade, acompanhados durante treze anos. Os casais foram periodicamente filmados durante conversas de 15 minutos focadas em temas polêmicos, que vão de tarefas domésticas a orçamento doméstico.

Os pesquisadores queriam saber como um tipo muito comum de padrão de comunicação entre casais, o chamado padrão de demandar-retirar, muda à medida que o casal envelhece. Nesse tipo de padrão, um dos parceiros acusa o outro ou pressiona-o para que mude, enquanto o outro tenta evitar falar sobre o problema mudando de assunto ou retirando-se da discussão.

De modo geral, as pessoas acreditam que esse tipo de padrão de evitação é prejudicial ao relacionamento, pois impede a solução de conflitos, e isso pode ser particularmente verdade para os casais mais jovens, porque ainda lidam com questões que são novas para ambos.

Os pesquisadores disseram que o padrão de comunicação demandar-retirar foi mantido entre os cônjuges ao longo de treze anos do estudo e acompanhamento dos casais, mas que, com a idade, os cônjuges tornaram-se propenso a mudar de assunto e a tolerar que parceiro desvie o foco da conversa de modo a evitar desentendimentos.

Os pesquisadores concluíram que casais mais velhos, por já terem expressado seus pontos de divergência durante décadas sem que isso resultasse em mudanças, perceberam a utilidade de adotar a estratégia de mudar o foco das conversas para assuntos mais agradáveis ou neutros, sempre que um assunto sabidamente pode levar a discussões e aborrecimento.

A idade dos cônjuges é determinante para e essa mudança de padrão de comunicação, mas a mudança também pode ser influenciada pelo tempo de casado. Provavelmente, além da idade dos cônjuges, o tempo de casado tenha importante papel nesse aumento no padrão de evitar conversas conflituosas e desagradáveis.

Para aprofundar o estudo e levar em conta a influência combinada da idade dos cônjuges com o tempo de casado, os pesquisadores querem comparar casais de idade que estão casados a bastante tempo com casais de idade recém-casados.

Outros estudos mostram que esse tipo de comunicação demandar-retirar ocorre em todos os tipos de casais. Tudo indica que o parceiro que mais deseja mudanças, desempenhe o papel de demandar mudanças, enquanto o parceiro que menos se preocupa com mudança – e, portanto, que pode se beneficiar da manutenção do status quo -, desempenhe o papel de evitação e esquivamente de assunto desagradáveis.

 
Matérias Relacionadas