Deputado André Fernandes pode perder mandato no Ceará por fazer oposição ao PDT

Deputado afirma que Ministério Público vazou material para a imprensa

Por Oliver, Senso Incomum

O deputado estadual André Fernandes (PSL-CE) corre o risco de perder o seu mandato após fazer uma denuncia ao Ministério Público sobre um suposto envolvimento do deputado Nezinho (PDT-CE) com a alta cúpula do Primeiro Comando da Capital.

Fernandes explicou em vídeos nas redes sociais ontem, 21, que teria recebido de um eleitor uma denuncia que apontaria Nezinho envolvido com a facção criminosa. Como um deputado não pode investigar o outro, disse Fernandes, enviou a denuncia ao MP sob sigilo, pois não tinha informações suficiente para acusar o pedetista

“Se a denúncia que chegou ao meu gabinete tivesse um fundo de verdade e fosse para frente, eu não iria querer expor que era eu, deputado André Fernandes, que estava protocolando no MP sobre um suposto aliado do PCC na alta cúpula cearense por questões óbvias de segurança.”

Segundo o deputado, a denuncia era para ocorrer sob sigilo, mas alguém do MP vazou o material para imprensa. Fernandes agora está sofrendo uma representação por “quebra de decoro” por ter “acusado”  Nezinho de envolvimento com PCC:

“Nunca na assembleia Legislativa do Ceará houve sequer uma suspensão de mandato. Apesar de que muitas vezes deputados chegam a trocar xingamentos, ofensas e imputar uns aos outros de crimes”, disse André Fernandes.

Veja o vídeo:

 
Matérias Relacionadas