Publicado em - Atualizado em 14/12/2017 às 20:09

Dennis Rodman se oferece para coordenar diálogos com Coreia do Norte

Coreia do Norte, Dennis Rodman, diálogos de paz - Dennis Rodman (esq.) and Kim Jong-un (dir.) (Getty Images)

Dennis Rodman (esq.) and Kim Jong-un (dir.) (Getty Images)

Dennis Rodman, uma ex-estrela do basquete da NBA, está pedindo ao presidente estadunidense Donald Trump que o deixe liderar uma missão diplomática à Coreia do Norte, acreditando que ele pode fazer progresso com o ditador comunista Kim Jong-un.

“Eu tenho tentado dizer a Donald desde o primeiro dia: ‘Fale comigo, cara’”, disse Rodman ao Guardian. “Eu vou te dizer o que o Marechal quer mais do que qualquer coisa. Nem sequer é muito.”

“Se eu puder voltar lá”, disse Rodman, “vocês me verão falando, me sentando e jantando com ele, um copo de vinho, rindo e fazendo a minha parte”, acrescentou. “Eu acho que as coisas vão se acalmar um pouco e todos poderão relaxar.”

Rodman foi à Coreia do Norte em várias ocasiões e parece ter desenvolvido uma estreita relação com Kim Jong-un. A última visita de Rodman foi em junho e ele afirmou ter falado com Kim em favor de Otto Warmbier, um cidadão estadunidense que foi preso e torturado na Coreia do Norte. Warmbier morreu pouco depois de chegar de voltar aos Estados Unidos.

Coreia do Norte, Dennis Rodman, diálogos de paz - Dennis Rodman, ex-jogador de basquete da NBA, durante uma conferência de imprensa em 9 de setembro de 2013, quando ele discutiu sua viagem recente a Coreia do Norte (Timothy Clary/AFP/Getty Images)

Dennis Rodman, ex-jogador de basquete da NBA, durante uma conferência de imprensa em 9 de setembro de 2013, quando ele discutiu sua viagem recente a Coreia do Norte (Timothy Clary/AFP/Getty Images)

Rodman disse que quer organizar um jogo de basquete entre o território estadunidense de Guam e a Coreia do Norte.

“As pessoas em Guam estão bastante abertas a isso”, disse Rodman, de acordo com o Los Angeles Times. “Eles adorariam isso. Você pega uma equipe da Coreia do Norte, pega esses caras de Pyongyang. E realiza um jogo em Pequim.”

Rodman foi à Coreia do Norte pelo menos cinco vezes. Os Estados Unidos proibiram seus cidadãos de ir à Coreia do Norte em 1º de setembro, pouco depois da morte de Warmbier. Como resultado, a sexta viagem de Rodman foi recentemente frustrada quando ele tentou ir à Pyongyang passando por Pequim.

“Basicamente, eles me disseram que não é um bom momento agora”, disse Rodman ao Guardian. “Eu acho que muitas pessoas ao redor do mundo querem que eu vá apenas para ver se posso fazer algo.”

Coreia do Norte, Dennis Rodman, diálogos de paz - Dennis Rodman, ex-jogador de basquete da NBA, confraterniza-se com atletas norte-coreanos no Estádio Pyongyang em 15 de junho de 2017 (Kim Won-jin/AFP/Getty Images)

Dennis Rodman, ex-jogador de basquete da NBA, confraterniza-se com atletas norte-coreanos no Estádio Pyongyang em 15 de junho de 2017 (Kim Won-jin/AFP/Getty Images)

Trump não comentou recentemente sobre a ida de Rodman à Coreia do Norte, mas em 2013 ele disse que sua viagem foi “inteligente”, informou o Politico.

“Não é uma encenação. Mas ele é um cara muito diferente e este ano no programa ‘Apprentice’ – é incrível como ele é esperto e inteligente. Dennis não é um idiota”, disse Trump à Fox News em 2013, de acordo com o Politico. “Ele é inteligente de várias maneiras; ele tem a sabedoria das ruas.”

Leia também:
• Secretário dos EUA diz estar aberto ao diálogo quando Coreia do Norte quiser
• Trump duvida que sanções detenham líder Kim Jong-un e Coreia do Norte

Desde a sua eleição, o presidente Trump liderou um esforço global para frustrar o desenvolvimento pela Coreia do Norte de uma arma nuclear capaz de atacar os Estados Unidos, principalmente pela imposição de várias rodadas de sanções. Trump também fez várias advertências firmes ao regime comunista, afirmando que os Estados Unidos destruiriam completamente a Coreia do Norte se ameaçassem os Estados Unidos ou seus aliados.

Pyongyang até agora prossegue determinada apesar das sanções e ameaças, lançando vários mísseis balísticos intercontinentais e realizando teste nucleares subterrâneos que incluiriam uma suposta bomba de hidrogênio.

NTD Television

Todo conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada. Para reproduzir a matéria, é necessário apenas dar crédito ao Epoch Times em Português e para o repórter da matéria.
Leia a diferença. Epoch Times Todos os direitos reservados © 2000-2016