Delegação de Maduro chega ao México para retomar diálogo com a oposição

Por Agência EFE

A delegação do regime de Nicolás Maduro chegou neste sábado ao México para retomar o dialogo com a oposição venezuelana, após ter adiado o encontro acusando os Estados Unidos de interferirem nas negociações.

“A delegação do diálogo venezuelano liderada pelo plenipotenciário Jorge Rodríguez chegou à Cidade do México para continuar a rodada de negociações com a plataforma unida da oposição”, anunciou a Assembleia Nacional, que é presidida por Rodríguez.

A terceira rodada das conversas, que ocorre no México com a mediação da Noruega, deveria ter começado na sexta-feira, mas os representantes de Maduro não compareceram à reunião.

Embora o regime não tenha justificado a ausência, a vice-presidente venezuelana, Delcy Rodríguez, usou as redes sociais na sexta-feira para atacar o embaixador dos EUA no país, James Story, o qual acusou de dar ordens à oposição “sobre o que fazer na mesa de diálogo”.

A mensagem foi apoiada por Jorge Rodríguez, presidente do parlamento venezuelano e líder da equipe de negociação do regime, que escreveu que o regime “nunca atenderá a uma agenda que este personagem tenta impor”, em referência ao embaixador.

Foi o representante da delegação da oposição, Gerardo Blyde, que informou na noite de sexta-feira, em comunicado, que os chavistas não participaram da reunião. Apesar da ausência, Blyde ratificou o “compromisso” da oposição de “continuar as negociações sobre a agenda acordada”.

Ele explicou que nesta rodada de conversas estava planejada a “criação de uma mesa-redonda de atenção social” e “discutir a construção do sistema de justiça”.

Durante os dias anteriores, o clima ficou tenso após o regime venezuelano ter anunciado de surpresa a nomeação do empresário colombiano Alex Saab como membro da sua delegação, apesar de estar preso em Cabo Verde e à espera de extradição para os Estados Unidos.

 

Entre para nosso canal do Telegram

Siga o Epoch Times no Gettr

Veja também:

 
Matérias Relacionadas