Deco comanda projeto social que visa transformar o futuro de jovens em Indaiatuba

Instituto Deco 20 em Indaiatuba, São Paulo (Rodrigo Santos/The Epoch Times)
Instituto Deco20 em Indaiatuba, São Paulo (Rodrigo Santos/The Epoch Times)

Anderson Luís de Souza, conhecido como Deco, nasceu em 27 de agosto de 1977, em São Bernardo do Campo. Ainda com 2 anos foi morar em Indaiatuba, quando seu pai foi transferido para trabalhar naquela cidade.

Sua carreira no futebol começou no Corinthians-SP, onde pouco jogou, sendo emprestado para o CSA-AL e depois vendido para o Benfica, em Portugal.

No velho continente, além do Benfica, jogou por Alverca, Salgueiro, Porto, Barcelona e Chelsea. Decidiu voltar para o Brasil em 2010, depois de sua separação, pois não conseguia mais ficar longe dos filhos.

Em 2007, quando ainda morava em Barcelona, ele inaugurou o Instituto Deco20 (20 é o número que ele costuma usar nas partidas). Junto com uma TV da Noruega e dois jornalistas da Reuters, fomos até Indaiatuba conhecer um pouco do projeto.

Projeto social

Em um rápido bate-papo, Deco contou que o objetivo do Instituto é “atender crianças carentes, proporcionando educação, alimentação, transporte, acesso a saúde, cultura, e para as famílias assistência social. Tudo isso para gerar oportunidades e para que todos possam ser agentes da própria transformação social.”

O local é amplo, limpo e muito bem cuidado. Lá,  crianças de 7 anos até jovens de 17 anos têm aulas de português e matemática, música, teatro, dança, artes plásticas, robótica, computação e praticam esporte, além de atendimento odontológico e cursos profissionalizantes.

O Instituto tem ônibus próprio, que busca e leva as crianças até suas casas com segurança, além de garantir alimentação balanceada para as crianças. A comida, saboreada pelos nossos colegas da Noruega, foi bastante elogiada.

Instituto Deco20 em Indaiatuba, São Paulo (Rodrigo Santos/The Epoch Times)
Atendimento odontológico no Instituto Deco20 em Indaiatuba, São Paulo (Rodrigo Santos/The Epoch Times)

O mais curioso é que o Instituto Deco20 só passou a ter clínicas de futebol em 2011, quatro anos após o início das atividades. Carla Palazzi, coordenadora pedagógica do projeto, disse que isso ocorreu porque “Deco deseja transformar o futuro dessas crianças, e não ser reconhecido como mais um jogador de futebol que lançou um projeto social com esse foco, por isso relutou tanto em aceitar as clínicas nesse esporte.”

O Instituto tem hoje 4 programas principais: Placar de Talentos, Mestre no Ofício, Movimento em Foco e Família Legal. Esses programas buscam contribuir, respectivamente, na formação, profissionalização, habilidades e alicerce familiar do desenvolvimento de cada um dos quase 300 alunos atendidos.

Tudo isso é mantido por 40 funcionários e 5 parceiros comerciais (Unimed Rio, Umbro, CSN, SESI e Porto Seguro).

E os resultados já começam aparecer, dos 40 funcionários, três foram alunos do Instituto, além de outros três que já estão trabalhando em empresas da região.

“Esse é o nosso objetivo e não vamos medir esforços para alcançá-lo” complementa Carla, com uma felicidade enorme estampada em seu rosto.

Epoch Times publica em 35 países em 19 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas