Daesh pode voltar seus olhos para Índia após sofrer derrotas no Oriente Médio

Por Agência Sputnik Brasil

Após sofrer derrotas no Oriente Médio, o Daesh pode agora olhar para a Índia, instalando células subterrâneas em vários estados do segundo maior país do mundo, informou uma agência local de inteligência.

A Índia tornou-se cada vez mais vulnerável à ameaça de ataques terroristas inspirados pelo Daesh, de acordo com a rede local NDTV, citando três cartas da inteligência enviadas a chefes de polícia no estado de Kerala.

“Após a perda de território no Iraque e na Síria, o Daesh está instando seus operativos que podem assumir formas violentas de jihadismo enquanto permanecem em seus respectivos países”, diz uma das cartas.

O grupo terrorista também pode ter como alvo instalações-chave em Kochi, a cidade mais populosa de Kerala, com 2 milhões de habitantes, afirma outra carta. Oficiais da polícia local estimam que cerca de 100 residentes de Kerala se juntaram ao Daesh nos últimos anos, enquanto cerca de 3.000 foram “desradicalizados” e agora estão sob vigilância.

O estado do sul indiano fica perto do Sri Lanka, onde os ataques terroristas de abril resultaram na morte de mais de 250 cristãos celebrando a Páscoa.

A notícia vem depois que um porta-voz afiliado ao Daesh anunciou a criação da “Wilayah al-Hind”, ou “Província da Índia”. Pouco depois, o grupo terrorista disse que havia estabelecido um reduto adicional chamado “Wilayah Paquistão”.

Anteriormente, o Daesh causou estragos na Síria e no Iraque, onde estabeleceu um “califado” e impôs regras estritas da sharia. Agora, o grupo está em declínio na região após campanhas bem-sucedidas das forças do governo sírio apoiadas pela Rússia e pelos militares iraquianos apoiados pelos EUA.

Link para a matéria original: https://br.sputniknews.com/asia_oceania/2019062014091746-daesh-atentados-india/

 
Matérias Relacionadas