Consequências da luxúria – Parte 5

V. Um pensamento pode alterar o seu futuro

Era uma vez um talentoso erudito da província de Fujian chamado Li Sheng. Em seu caminho para Pequim para realizar um exame nacional elaborado pelo imperador, ele decidiu passar a noite em uma cidade local. Ao entrar num hotel que ele escolheu, o proprietário se aproximou dele e exclamou: “A divindade profetizou que um certo Li Sheng ficaria no meu hotel e obteria a maior pontuação no teste!”

Naturalmente, Li Sheng ficou encantado ao ouvir a boa notícia. No entanto, seus pensamentos preventivamente e de forma incontrolável floresceram em apegos: “Eu vou ser o artilheiro! Então, eu vou ser apontado como um funcionário de alto escalão. Com meu novo status, eu poderei deixar a minha esposa feia para encontrar uma melhor e mais bela!”

Leia também:
Consequências da luxúria – Parte 3
Consequências da luxúria – Parte 4
Nove Comentários sobre o Partido Comunista Chinês

Depois da partida de Li na manhã seguinte, o proprietário do hotel teve outro sonho profético. A divindade disse: “Li Sheng é uma pessoa indecente. Ele acha que, só porque ganhará status social, tem o direito de mudar de esposa. Ele perdeu assim seu primeiro prêmio.”

Quando Li Sheng voltou ao hotel a caminho de casa, o proprietário do hotel estava bastante desapontado ao vê-lo novamente e o tratou muito mal. Li Sheng se sentiu ofendido e perguntou o porquê de sua hostilidade e, assim, o proprietário do hotel revelou o seu segundo sonho.

Li Sheng estava chocado e imediatamente saiu. Ele, na verdade, mal passou em seu exame e nunca se tornou um oficial.

Um pensamento impuro causou que Li Sheng perdesse sua boa fortuna.

 
Matérias Relacionadas