Conheça a história do Centro Cultural Banco do Brasil

Em pleno centro histórico do Rio de Janeiro, é inevitável ter uma sensação de viagem no tempo. Um dos locais mais conhecidos desse importante trecho cultural carioca, a Rua Primeiro de Março, abriga o Centro Cultural Banco do Brasil.

Inaugurado em 12 de outubro de 1989, seu traçado arquitetônico foi projetado pelo arquiteto Francisco Joaquim Bethencourt da Silva (1831-1912). O profissional tinha muito prestígio na área, sendo responsável pelo projeto da Casa Imperial e fundador da Sociedade Propagadora das Belas-Artes e do Liceu de Artes e Ofícios.

Em 1906, o prédio de 17 mil metros quadrados tornou-se sede da Associação Comercial do Rio de Janeiro. A área central do edifício, que abriga a rotunda envidraçada que favorece a entrada de luz natural, abrigou o pregão da Bolsa de Fundos Públicos.

A inclinação do edifício histórico para as finanças estava nítida: nos anos 1920 o prédio passou a ser sede nacional do Banco do Brasil. O fato fez com que o edifício se tornasse um símbolo financeiro do país.

Nos anos 1960, após a transferência da sede do banco para a nova capital do país, o luxuoso espaço deu lugar ao funcionamento de agências do Banco do Brasil. Vinte anos depois, a diretoria do Banco decidiu transformá-lo em um Centro Cultural.  Neste período, o edifício de linhas neoclássicas passou por uma restauração.

O CCBB-Rio tornou-se um dos principais pontos de encontro culturais da capital carioca e abriga duas exposições permanentes: O Banco do Brasil e sua História, que abrange de forma cronológica a história da instituição financeira e seu impacto na sociedade brasileira, e a Galeria de Valores, que com uma proposta interativa fala sobre a história mundial da moeda.

O espaço cultural conta com um amplo acervo numismático composto por 2 mil peças, incluindo cédulas e moedas que reproduzem obras de Portinari e Klimt. Outro ponto destacado nessa exposição está nas fases de fabricação da moeda e curiosidades sobre o acervo.

Além das exposições permanentes, o CCBB Rio de Janeiro recebe importantes exposições como a do Impressionismo: Paris e a Modernidade, com obras do Museu d´Orsay de Paris, e O Mundo Mágico de Escher, que esteve entre as 100 exposições mais visitadas de acordo com o ranking anual dos museus e exposições internacionais de 2011 promovido pelo jornal britânico The Art Newspaper.

Serviço

Centro Cultural Banco do Brasil
Rua Primeiro de Março, 66, Centro – Rio de Janeiro – RJ
Tel.: (21) 3808-2020
Website: CCBB-RJ

 
Matérias Relacionadas