Conheça a estátua budista feita de um meteorito raríssimo

Uma estátua de Buda tibetana, com de cerca de mil anos de idade, foi confeccionada a partir de um tipo de meteorito raro que caiu na Terra há aproximadamente 15 mil anos, de acordo com pesquisadores.

Conhecida como o ‘Homem de Ferro’, a estátua pesa 10,6 quilos e foi feita de ataxite, um tipo de meteorito de ferro com alto teor de níquel.

“A estátua foi esculpida a partir de um fragmento do meteorito Chinga, o qual caiu há 15 mil anos na região da fronteira entre a Mongólia e a Sibéria”, disse o líder de pesquisa, Dr. Elmar Buchner da Universidade de Stuttgart, num comunicado de imprensa.

“Enquanto os primeiros detritos do meteoro foram oficialmente descobertos em 1913 por garimpeiros de ouro, acreditamos que o fragmento do meteorito, com o qual a estátua foi feita, foi encontrado séculos antes.”

O artefato foi levado, em 1938, para a Alemanha por uma expedição nazista patrocinada pela nazista Heinrich Himmler e liderada pelo zoólogo Ernst Schäfer. A equipe dessa expedição era provavelmente toda formada de membros da SS. Os historiadores acreditam que eles foram ao Tibete em busca das origens dos arianos, os quais são considerados pela ideologia nazista como a raça original e suprema.

Feita para representar o deus Budista Vaisravana, o Rei Budista do Norte ou Jambhala, a estátua pode ter se originado da cultura pré-budista Bon, século XI.

Em seu peito há um grande ‘srivatsa’ símbolo de status de um deus Buda. A suástica nazista tem algumas semelhanças com o srivatsa e isso possivelmente motivou a expedição a levar a estátua para Alemanha.

Até 2007, a estátua fazia parte de uma coleção particular em Munique, quando então foi leiloada e tornou-se disponível para a pesquisa científica.

“A estátua Homem de Ferro é o único exemplo conhecido de uma figura humana feita a partir de um meteorito, o que significa que não temos nada a comparar com ela para poder avaliar seu valor”, disse Buchner.

“… um meteorito de ferro é basicamente um material inadequado para se fazer esculturas”, disseram os pesquisadores.

“Só por sua origem, vale uns US$ 20 mil, no entanto, se a nossa estimativa de idade estiver correta, cerca de mil anos, ela pode ter um valor muito mais elevado.”

Em seu estudo, os pesquisadores observaram a importância dos meteoritos para as culturas humanas pré-históricas. “Desde tempos pré-históricos, a queda de meteoritos é considerada por muitas culturas como uma mensagem divina; os meteoritos são corpos celestes que têm sido adorados”, escreveram eles.

“O desafiador uso de um meteorito no ‘homem de ferro’, assim como o dourado (pelo menos) parcial da estátua implica que quem fez a estátua estava consciente da extraordinária natureza (extraterrestre) do material.”

Os resultados foram publicados na ‘Meteoritics and Planetary Science’, em setembro de 2012.

 
Matérias Relacionadas