Congresso e Planalto discutem “auxílio viável” aos mais necessitados