Como escolher o melhor momento para se fazer uma cirurgia

Uma reportagem do Jornal da Associação de Medicina Canadense (CMAJ) diz que é muito mais seguro programar a sua doença. Se não, há uma boa chance de acabar com uma equipe de tratamento médico inferior. Então, quando você deve adoecer? Qual é o melhor momento para se fazer uma cirurgia?

Jesse Gruman, presidente do Centro para Saúde Avançada, que não possui fins lucrativos e tem sua sede em Washington, D.C., disse: “Qualquer um que tenha estado em um hospital sabe que é um tipo de repartição pública depois das 18h. Você se sente realmente vulnerável se algo acontece a noite, devido à escassez e falta de receptividade da equipe noturna”.

Mas isso também é um problema no Canadá? O Dr. David Wilson, presidente da Sociedade Canadense do Hospital de Medicina, não possui uma opinião tranquilizadora. Ele diz: “Em comparação com os Estados Unidos, eu não acho que a cobertura da noite seja tão bem custeada em nosso país”.

Ninguém que tenha passado uma noite em um hospital discordaria dessas opiniões.

Wilson acrescenta: “O sistema de tratamento de saúde pagante-único do Canadá torna ainda mais difícil prover incentivos financeiros”. Então, se você receber, no horário da noite, o mesmo tratamento que do horário de expediente, é uma sorte incrível.

Já que nenhum de nós pode decidir quando, ao longo do dia, ocorrerá um apêndice supurado, uma perna quebrada ou um infarto, o que pode ser feito para diminuir o risco de uma negligência no horário da noite?

Tentar consertar essa roleta russa que é o tratamento noturno não é fácil. Mas alguns hospitais dos Estados Unidos optaram pelos médicos que vêm trabalhar a noite, esperados para estar lá a noite toda e trabalhar a noite toda.

Outros hospitais, como o Hospital Geral de Vancouver, tratam questões médicas ocorridas depois da meia-noite pelo telefone. Estas são geridas por um time capaz de atender situações que exigem cuidados críticos ou pelo médico mais responsável. Quão efetivas são essas medidas ao se lidar com situações de emergência é questionável.

Além disso, não são apenas emergências cirúrgicas ou ataques cardíacos que ocorrem durante a noite. Por exemplo, seria interessante saber quantos pacientes gritam desesperadamente por uma comadre durante a noite, recebendo uma só depois que já é tarde demais.

A reportagem no CMAJ me fez lembrar do best-seller “Wheels” de Arthur Hailey. Hailey alertou seus leitores para não comprarem carros construídos nas segundas ou sextas feiras. Ele disse que carros fabricados nas segundas feiras tinham uma pitada de ressaca de fim de semana embutida neles. Nos carros de sextas feiras, frequentemente faltavam porcas e parafusos por causa de um trabalhador ansioso para sair para o fim de semana.

Será que os cirurgiões são mais confiáveis que os trabalhadores do setor automobilístico, ou poderiam deixar uma esponja ou instrumento dentro do abdome em uma sexta-feira ou no horário noturno? Se for assim, qual o melhor encaixe para uma cirurgia?

Como Hailey, pelas mesmas razões, eu preferiria que minha vesícula biliar ou que minha cirurgia de desvio não acontecesse em uma segunda ou sexta. Eu também estaria menos preocupado se fosse realizada pela manhã, já que cirurgiões não são robôs. Eles estão sujeitos à fadiga como todo mundo.

Então, para mim, o melhor horário é terça-feira às 8h. A primeira cirurgia começa no horário. No decorrer do dia, emergências cirúrgicas podem ocorrer e cirurgias agendadas precisam ser canceladas ou postergadas. Isso raramente acontece às 8h.

Um agendamento de terça tem uma outra vantagem. Se uma complicação acontece, os cirurgiões estão disponíveis pelo resto da semana. Se a complicação acontece no sábado, você vai precisar ser tratado por um outro cirurgião menos familiarizado com o seu caso.

Lembre-se, esse não é um mundo ideal, então eu duvido que o tratamento noturno será sempre tão bom quanto o tratamento diurno. Nem todos podem esperar ter o que eu considero o melhor momento para se fazer uma cirurgia.

Mas, me permitam deixar esta nota tranquilizadora. Talvez Hailey esteja certo sobre carros. Mas eu fiz cirurgias noturnas suficientes para saber que em 99.9% do tempo os cuidados durante a noite não diferem quando a vida de um paciente está em risco.

Médicos, anestesistas e enfermeiras sempre se esforçam para se tornarem o mais eficiente possível quando um caso é crítico.  A medicina continua a ser a mais nobre e atenciosa profissão de todas.

Dr. Gifford-Jones é jornalista de medicina e possui um consultório médico particular em Toronto. Seu website é DocGiff.com. Ele pode ser contatado pelo email Info@docgiff.com

 
Matérias Relacionadas