Cientistas redigem documento que alerta impactos nas Áreas Úmidas Brasileiras

Pantanal (Alicia Yo/Wikimedia Commons)
Pantanal (Alicia Yo/Wikimedia Commons)

O Grupo de Peritos em Áreas Úmidas (AUs) Brasileiras redigiu um documento dirigido às autoridades e sociedade em geral alertando sobre os impactos decorrentes da falta de definição, classificação e proteção das AUs no país.

“A motivação maior para elaborar esta síntese derivou da constatação dos autores de que as AUs do Brasil vêm correndo grande risco e perda das múltiplas funções e benefícios sociais e ecológicos, pela falta de uma legislação pertinente e de um tratamento cientificamente adequado, especialmente quando da tomada de decisões desenvolvimentistas e de planejamento afetando-as”, segundo o documento.

Os autores, cientistas que trabalham há vários anos no estudo das AUs, encorajam a participação da sociedade e autoridades na leitura do documento. Informações e recomendações devem ser endereçadas aos membros do Grupo ou pelo email wjj@evolbio.mpg.de de Wolfgang J. Junk,  coordenador científico do Instituto Nacional de Pesquisa e Tecnologia em Áreas Úmidas (INCT-Áreas Úmidas ou INAU) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

“Pessoas, cujas contribuições forem relevantes serão citados como contribuintes”.

O documento intitulado “Definição e Classificação das Áreas Úmidas (AUs) Brasileiras: Base Científica para uma Nova Política de Proteção e Manejo Sustentável” está disponível nas versões completa e resumida.

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas