Publicado em - Atualizado em 13/11/2017 às 22:26

Chuck Norris e esposa processam 11 empresas médicas por envenenamento

Ator Chuck Norris e sua esposa Gena O'Kelley em North Hollywood, Califórnia, em 26 de junho de 2004. (Frazer Harrison/Getty Images)

Ator Chuck Norris e sua esposa Gena O'Kelley em North Hollywood, Califórnia, em 26 de junho de 2004. (Frazer Harrison/Getty Images)

O ator e artista marcial Chuck Norris e sua esposa, Gena O’Kelley, estão processando 11 empresas médicas e farmacêuticas, dizendo que Gena foi envenenada por uma droga usada em exames de rotina de ressonância magnética (MRI), informou a CBS News.

As empresas que produzem o agente contrastante usado em algumas ressonâncias magnéticas dizem que ele é seguro, acrescentando que eles são usados em milhões de ressonâncias magnéticas.

Chuck Norris e sua esposa Gena O'Kelley em Arcadia, Califórnia, em 25 de outubro de 2003. (Jeff Golden/Getty Images)

Chuck Norris e sua esposa Gena O’Kelley em Arcadia, Califórnia, em 25 de outubro de 2003. (Jeff Golden/Getty Images)

“Eu não conseguia mais pensar, qualquer tipo de cognição, ser capaz de articular [a fala], minha memória, tive perda muscular”, disse Gena à CBS, descrevendo como se sentiu após algumas ressonâncias magnéticas de rotina.

“Ela está morrendo, ela está morrendo bem na minha frente aqui neste hospital”, disse Chuck, de 77 anos.

(esq.-dir.) O ator Chuck Norris, sua esposa Gena O'Kelley, o ator Dennis Quaid e o jogador de baseball Jim Morris no Texas Motor Speedway em Fort Worth, Texas, em 6 de novembro de 2016. (Jared C. Tilton/Getty Images)

(esq.-dir.) O ator Chuck Norris, sua esposa Gena O’Kelley, o ator Dennis Quaid e o jogador de baseball Jim Morris no Texas Motor Speedway em Fort Worth, Texas, em 6 de novembro de 2016. (Jared C. Tilton/Getty Images)

As ressonâncias magnéticas são usadas por médicos para diagnosticar doenças, produzindo imagens do interior do corpo. Às vezes, os médicos injetam um agente de contraste num paciente durante o procedimento para obter uma imagem mais nítida. Norris e O’Kelley culpam um componente baseado em gadolínio, usado em agentes contrastantes, pelos problemas de saúde de Gena.

“Nós temos clientes que foram incorretamente diagnosticados com doença de Lyme, esclerose lateral amiotrófica (ELA), e eventualmente eles [os médicos] mudaram de ideia e o culpado restante é o gadolínio”, disse o advogado Todd Walburg à CBS.

Gena, de 54 anos, sofreu com dores crônicas, tremores violentos e confusão, bem como “danos nos rins”, informou a CBS.

Ela foi submetida a três exames de ressonância magnética em uma semana em 2012 para o monitoramento de rotina de uma artrite reumatoide, informou o Washington Examiner.

O casal demanda 10 milhões de dólares em danos, de acordo com o Washington Post.

Chuck Norris e sua esposa Gena O'Kelley em Des Moines, Iowa, em 1º de janeiro de 2008. (Saul Loeb/AFP/Getty Images)

Chuck Norris e sua esposa Gena O’Kelley em Des Moines, Iowa, em 1º de janeiro de 2008. (Saul Loeb/AFP/Getty Images)

“Eu me sinto quebrada”, disse Gena ao San Francisco Business Times. “Mas eu não culpo os médicos, porque elas [as empresas farmacêuticas] têm mantido as coisas ocultas nas sombras.”

O casal diz que, nos últimos cinco anos, suas despesas médicas totalizaram cerca de 2 milhões de dólares, informou o Business Times.

Chuch Norris disse que foi forçado a recusar papéis em filmes para cuidar de sua esposa.

“Eu nunca quis um litígio”, disse Gena, de acordo com o Business Times. “Mas isso está errado. Isso é errado.”

A distribuidora de medicamentos McKesson disse à CBS que está “revisando a reclamação” e “responderá em tempo hábil”. A empresa acrescentou que “considera a segurança dos pacientes muito seriamente e defende a segurança de todos os seus produtos”.

Todo conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada. Para reproduzir a matéria, é necessário apenas dar crédito ao Epoch Times em Português e para o repórter da matéria.
Leia a diferença. Epoch Times Todos os direitos reservados © 2000-2016