China vai estatizar Alibaba após seu dono desaparecer

Investigação antitruste conduzida pelo Partido Comunista indica plano de estatizar Alibaba, maior empresa de vendas online da China

Por Leonardo Trielli, Senso Incomum

Informações da China indicam que o governo chinês pode estar trabalhando em um plano para nacionalizar o Alibaba do magnata Jack Ma e o Ant Group, diz reportagem do portal IBTimes.

O Partido Comunista Chinês (PCC) iniciou uma investigação na empresa pouco tempo depois de o bilionário chinês fazer críticas à política econômica do governo e aos bancos controlados pelo PCC.

As agências investigadoras instalaram um escritório na sede do Alibaba em novembro. Além da gigante do comércio eletrônico, os investigadores também estão investigando o gigante da mídia social Tencent e uma outra empresa de comércio eletrônico, Meituan.

Song Qing, especialista do setor de finanças da Internet, disse à Radio Free Asia que a investigação faz parte dos planos do CCP de nacionalizar o Ant Group e o Alibaba. “Essas nacionalizações estão definitivamente acontecendo, e [a investigação antitruste] provavelmente acelerará esse processo”. Qing acredita que o governo quer usar as investigações como um “exemplo” aos empresários chineses.

Xi Jinping, o presidente chinês e secretário-geral do PCC, disse em outubro que o plano era tornar a China uma economia mais controlada pelo Estado com base na demanda doméstica. Os observadores acreditam que a política econômica da China está prestes a sofrer grandes mudanças. Muitos acreditam que Xi mudará o padrão de propriedade no país.

Em tempo: a Bloomberg informou que uma diretiva emitida pelo braço de propaganda do governo no final do ano passado ordenou que os meios de comunicação ecoassem estritamente a linha oficial sobre a investigação do gigante da tecnologia e os proibiu de se envolver em reportagens originais e análises extensas, ou tirar suas próprias conclusões sem autorização. As restrições também se aplicam a Jack Ma, o cofundador da empresa.

Apoie nosso jornalismo independente doando um “café” para a equipe.

 
Matérias Relacionadas