China ultrapassa Reino Unido como 5º maior exportador de armamentos

Mísseis chineses sendo exibidos numa parada militar em Pequim pela celebração dos 60 anos de fundação da República Popular da China em 1º de outubro de 2009 (Feng Li/Getty Images)

A China substituiu a Grã-Bretanha como um dos cinco maiores exportadores de armas, segundo um novo relatório de segurança mundial de um instituto sueco.

O Instituto de Pesquisa Internacional pela Paz de Stockholm (SIPRI) publicou na segunda-feira novos dados que mostram que a China agora comanda 5% do comércio global de armas convencionais maiores.

A última vez que a China esteve entre os cinco principais exportadores de armas foi antes do fim da Guerra Fria em 1991. O Paquistão é atualmente o principal cliente de armamentos da China, mas acordos também foram fechados com Mianmar, Bangladesh, Argélia, Marrocos e Venezuela.

“A ascensão da China foi impulsionada principalmente pelas aquisições de armas em larga escala pelo Paquistão”, disse Paul Holtom, diretor do programa de transferências de armas do SIPRI, num comunicado de imprensa.

“No entanto, uma série de acordos recentes indica que a China está se estabelecendo como um significativo fornecedor de armas para um crescente número de Estados importantes.”

Um relatório de 2012 para o Congresso dos EUA detalhou que a proliferação de armas da China tem apoiado o terrorismo na Ásia. O relatório identificou a China como um “fornecedor-chave” da tecnologia nuclear e relacionada a mísseis balísticos ao Paquistão e Irã.

O volume de exportações da China aumentou 162% entre 2008 e 2012, em comparação com os cinco anos anteriores, um aumento correspondente de 2 para 5% das exportações de armas internacionais.

Os Estados Unidos continuam liderando com 30%, seguidos de perto pela Rússia com 26% e em seguida a Alemanha e a França, com 7 e 6%, respectivamente.

Desde 2003, tem havido um aumento global de 17% no comércio armamentista, mas esta é a primeira vez que a Grã-Bretanha deixa de estar entre os cinco primeiros desde 1950, quando o SIPRI começou a acompanhar as exportações de armas. Esta também foi a primeira mudança entre os cinco maiores exportadores nas duas últimas décadas.

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas