Celebridade chinesa se apavora sobre menção das escapadas sexuais de Bo Xilai

A atriz Zhang Ziyi numa conferência de imprensa em Toronto, Canadá, em setembro de 2012. (Jemal Countess/Getty Images)

Num anúncio que oficialmente e finalmente terminou a carreira política de Bo Xilai e o expulsou do Partido Comunista Chinês (PCC) em 28 de setembro, a mídia estatal Xinhua, porta-voz do regime, fez menção passageira sobre as “relações sexuais impróprias [de Bo Xilai] com um número de mulheres”.

Websites de microblogue na China ficaram rapidamente alvoroçados a respeito de que contrapartes femininas poderiam ser. Celebridades chinesas no Sina Weibo, a versão chinesa do Twitter, logo declararam que nunca conheceram Bo Xilai ou estiveram em Chongqing.

Outras teriam contatado freneticamente sua equipe de relações públicas para lidar preventivamente contra qualquer menção que possa conectá-las a Bo Xilai. De acordo com Xu Xin, um jurista de Pequim, agentes de relações públicas foram instruídos a monitorar o Weibo e trabalhar para que mensagens mencionando suas clientes fossem excluídas com grande rapidez.

Os nomes de estrelas específicas que surgiram incluem Ni Ping, Zhang Ziyi, Li Bingbing, Tang Wei, Gong Li, Lin Zhiling, Liu Jialing, Faye Wong, Jiang Wenli e Stafanie Sun, entre outras. Todas são modelos, atrizes, cantoras ou desfrutam de reconhecimento público.

Como uma demonstração da seriedade com que as celebridades chinesas consideraram as acusações, Zhang Ziyi, uma atriz famosa acusada de encontros amorosos com Bo Xilai, levou a mídia responsável ao tribunal. Ela está pressionando por uma ação judicial anunciada em junho contra o Boxun, uma mídia chinesa dissidente no exterior que afirma ter fontes sólidas sobre os artigos picantes que publicou sobre os encontros de Zhang Ziyi com Bo Xilai. Ela também está processando o Apple Daily de Hong Kong num tribunal da Califórnia.

O Apple Daily, conhecido por suas reportagens fofoqueiras e às vezes lascivas, tem escrito há muito sobre a questão dos envolvimentos amorosos de Bo Xilai com estrelas de cinema, celebridades, âncoras da mídia e modelos.

Segundo o Apple Daily, Gu Kailai, a esposa de Bo Xilai, tentou se livrar de uma âncora de Dalian chamada Zhang Weijie por ter um caso seu marido. Zhang Weijie posteriormente desapareceu em circunstâncias misteriosas.

O Oriental Daily, outra mídia de Hong Kong, informou em abril que Xu Ming, um ex-CEO de um império empresarial baseado em Dalian que se beneficiou do patrocínio de Bo Xilai por anos, confessou numa investigação que foi responsável por arranjar e enviar mais de 100 mulheres, incluindo estrelas de cinema famosas, para Bo Xilai.

Jiang Weiping, um jornalista que serviu vários anos na prisão depois de escrever um artigo acusando Bo Xilai de corrupção em Dalian, escreveu um artigo descrevendo como Wu Wenkang, o ex-secretário pessoal de Bo Xilai, servia-o como um cafetão. Wu Wenkang e um proprietário de um hotel de luxo em Dalian reservavam um quarto no hotel e forneciam regularmente mulheres conhecidas e belas para satisfazerem Bo Xilai, escreveu Jiang Weiping.

Wu Wenkang cuidaria das crianças que por vezes surgiam como resultado desses relacionamentos, escreveu ele.

Outro website chinês de notícias no exterior, o Mingjing, referiu-se a uma “fonte bem informada” que um documento foi divulgado no Politburo com uma lista dos nomes das mulheres que estiveram com Bo Xilai.

O Mingjing também alegou que as estações de televisão estatal, incluindo a principal emissora do Partido Comunista, a China Central de Televisão, eram como um harém para o prazer de Bo Xilai e de outros altos oficiais do Partido Comunista Chinês. Se for esse o caso, os líderes do regime não publicarão a lista em breve.

Com pesquisa de Gao Zitan.

Epoch Times publica em 35 países em 19 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas