Cartão de crédito? Não se você for de direita

Um grupo de ativistas de esquerda, The Sum Of Us, tentam forçar a empresa Mastercard a proibir pessoas de "extrema direita" de usar seus serviços

Por Luciano Oliveira, Senso Incomum

Ativistas de esquerda tentam forçar a empresa Mastercard a proibir pessoas de “extrema direita” de usar seus serviços.

Um grupo de ativistas de esquerda, The Sum Of Us, colocou na pauta da reunião de acionistas da Mastercard a criação de um comitê de direitos humanos. Essa pauta teria como principal objetivo supervisionar os clientes que estão usando o serviço Mastercard em relação a tudo o que esses ativistas acharem indevido baseados em más opiniões.

O que seria uma má opinião para eles?

Uma má opinião são os discursos de ódio, em outras palavras, sempre que você discordar de um militante.

Luciano Oliveira é formado em filosofia. Ministra cursos e palestras nas áreas de filosofia, teologia e literatura, participa dos podcasts OliverTalk e Chá Com A Gente. Twitter: @Oliver_talk

O conteúdo desta matéria é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Epoch Times

 
Matérias Relacionadas