Canadá e EUA concordam em manter fronteiras fechadas até 21 de julho

Por EFE

Toronto (Canadá), 16 jun – O Canadá e os Estados Unidos concordaram em manter as fronteiras entre os dois países fechadas por causa da pandemia da Covid-19 até pelo menos 21 de julho, anunciou o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, nesta terça-feira.

Trudeau disse durante uma entrevista coletiva que o acordo é uma decisão importante, que manterá as pessoas seguras em ambos os países. Inicialmente, em março, Ottawa e Washington haviam chegado a um acordo para fechar temporariamente a fronteira, exceto para viagens consideradas essenciais e tráfego de carga, a fim de retardar a propagação do novo coronavírus.

No Canadá, a taxa de transmissão da doença diminuiu significativamente, mas nos EUA a situação é muito diferente. Com isso, as autoridades canadenses temem que a reabertura da fronteira e o tráfego turístico levem a um aumento nos casos.

Os chefes de governo das dez províncias pediram recentemente, durante uma reunião com Trudeau, para manter o fechamento. Até hoje, o Canadá tem 99.426 casos de infecção pelo vírus SARS-CoV-2 e 8.213 mortes. A maioria desses casos se concentra em duas províncias: Quebec e Ontário.

Enquanto isso, nos Estados Unidos já existem 2.119.912 casos confirmados e 116.341 óbitos. Embora 21 estados continuem reportando aumentos semanais de infecções, o país está relaxando as medidas de contenção econômica e social, e os especialistas temem um novo aumento do contágio.

O Canadá e os EUA já estenderam o fechamento da fronteira três vezes, embora as autoridades canadenses tenham flexibilizado as restrições para permitir que familiares imediatos de cidadãos canadenses ou residentes permanentes viajem para o país nos últimos dias.

Por sua vez, o governo do México anunciou também nesta terça-feira um acordo com Washington para estender por 30 dias, também até 21 de julho, as restrições às viagens terrestres não essenciais em sua fronteira comum para combater a propagação do vírus.

 
Matérias Relacionadas