Campanha anticorrupção penetra nas empresas estatais na China

Quando o novo chefe do Partido Comunista Chinês anunciou, logo após assumir o cargo, sua intenção de livrar o Partido da corrupção, ninguém esperava o enorme alcance da campanha. Agora inclusive executivos das empresas estatais (EE) estão sendo eliminados por atacado.

Especialmente após o 18º Congresso Nacional de 2012, as forças anticorrupção do líder chinês Xi Jinping intensificaram as investigações dos executivos de empresas públicas em todos os setores.

De acordo com reportagens do Securities Daily, até 12 de agosto, mais de 20 executivos atuais ou antigos de empresas públicas foram investigados neste ano.

Shuanggui

Alguns deles foram colocados sob “shuanggui”, ou “dupla-designação”, uma medida disciplinar fora do sistema legal convencional em que membros do Partido Comunista Chinês (PCC) são detidos, interrogados e frequentemente torturados para fazê-los confessar. Quatro dos 20 teriam cometido suicídio.

Os executivos trabalhavam para empresas estatais que vão desde o China Railway Group Ltd. até a China Mobile Communications Corp. Estas são as pessoas mais importantes atualmente sob investigação:

Wang Zongnan, presidente da Shanghai Bright Food

Em 11 de agosto, o website oficial da Procuradoria Popular de Shanghai confirmou a prisão de Wang Zongnan, ex-gerente-geral da Shanghai Friendship (Group) Co. Wang também é ex-presidente e gerente-geral da Lianhua Supermarket Co., ex-CEO da Shanghai Brilliance (Group) Co. Ltd. e presidente da Shanghai Bright Food (Group) Co. Ltd.

Wang é acusado de desviar fundos da empresa e aceitar subornos enquanto trabalhava para a Friendship (Group) Co. Ltd. e a Lianhua Supermarket Co. Ltd. O segundo ramo da Procuradoria Popular de Shanghai iniciou uma investigação contra ele em 28 de julho.

He Yan, acionista-controlador da Chengdu GoldTel Electronical Technology Co.

Em 16 de janeiro, a Chengdu GoldTel Electronical Technology Co. emitiu uma declaração dizendo que, após seis meses de investigação dos órgãos de segurança, o Ministério Público aprovou a prisão do acionista-controlador da empresa He Yan sob a acusação de desvio de fundos da empresa.

Mas em 18 de julho de 2013, a Chengdu GoldTel Electronical Technology Co. tinha divulgado que He Yan estava sob investigação da agência de segurança pública da cidade de Yichang, na província de Hubei, por suas práticas de negócios ilegais.

Wang Shuaiting, gerente-geral da China Natl. Travel Service (HK) Group Corp.

Em menos de um mês, em 16 de maio, o Comitê Central de Inspeção Disciplinar (CCID) fez outro anúncio em seu website, dizendo que Wang Shuaiting, o vice-diretor do concelho, gerente-geral e vice-chefe do PCC na China National Travel Service (HK) Group Corp., estava sendo afastado para investigação. O anúncio mencionou a conexão de Wang Shuaiting com o caso de Song Lin, quando Wang trabalhou na China Resources Holdings Co.

Wu Ding, CEO da China Resources Financial Holdings Co. Ltd.

Em 19 de maio, a China Vanke Co. Ltd. anunciou que o conselho supervisor da empresa aceitou a renúncia de seu membro Wu Ding. Wu teria deixado o cargo por motivos pessoais. No entanto, ele também tem outro título, o de CEO da China Resources Financial Holdings Co. Ltd., e tem havido especulações recentes sobre Wu ter sido colocado sob investigação por “graves violações dos regulamentos e da lei”.

Bo Qiliang, vice-gerente-geral da Corporação Nacional de Petróleo da China

A Corporação Nacional de Petróleo da China (CNPC) anunciou na noite de 16 de maio que seu vice-gerente-geral Bo Qiliang seria transferido para outra posição, a partir de 26 de abril. De acordo a mídia chinesa, não muito tempo atrás, Bo Qiliang foi levado para investigação. Em janeiro de 2010, ele foi promovido ao cargo o vice-gerente-geral e era responsável pelos negócios ultramarinos da CNPC.

Xu Long, diretor-administrativo e gerente-geral da China Mobile

Em 15 de janeiro, o Comitê de Inspeção Disciplinar de Guangdong abriu um processo contra Xu Long, o ex-diretor do conselho e gerente-geral do ramo de Guangdong da China Mobile Communications Corp. O Comitê Permanente do PCC em Guangdong aprovou a expulsão de Xu Long do Partido Comunista, e confiscou todos os seus rendimentos provenientes de violações da lei, e os transferiu para o departamento jurídico para investigação mais aprofundada.

Suicídios

A ameaça de ser investigado também levou alguns executivos a cometerem suicídio.

De acordo com o Departamento de Política de Tongling, Wei Jianghong, o presidente do Tongling Nonferrous Metals Group, pulou de um prédio e morreu em 25 de junho. De acordo com a perícia local da polícia, um vídeo documental, uma investigação das pessoas relacionadas e uma análise detalhada das evidências, a polícia chegou à conclusão que Wei Jianghong pulou do prédio por causa da alta pressão do trabalho, perda de sono crônica e estresse.

Em 18 de maio, Liu Zhanbin, o presidente do conselho da Sanjing Pharmaceutical Co. Ltd., saltou de uma janela de banheiro num hospital e morreu. Ele estava prestes a ser investigado pela Procuradoria Provincial de Heilongjiang. Ele foi ao hospital com a desculpa de não se sentir bem, mas depois cometeu suicídio. Mais tarde, a Sanjing Pharmaceutical confirmou que ele se suicidou pulando do prédio e que fez isso por causa da investigação pendente.

Em janeiro passado, o China Railway Group Ltd. anunciou que o diretor-executivo da companhia e presidente Bai Zhongren morreu em 4 de janeiro devido a um acidente. De acordo com relatos da mídia, no entanto, os familiares de Bai Zhongren disseram que ele sofria de depressão e tentou suicídio pulando do telhado da casa, morrendo mais tarde no hospital.

 
Matérias Relacionadas