Publicado em - Atualizado em 03/08/2017 às 4:04

Câmara arquiva denúncia contra Michel Temer

O atual presidente da República não poderá ser investigado por corrupção pelo STF

Deputados entraram em conflito durante tumultuada sessão plenária na Câmara dos Deputados sobre abertura de processo criminal contra o presidente Michel Temer (Gilmar Felix/Câmara dos Deputados)

Deputados entraram em conflito durante tumultuada sessão plenária na Câmara dos Deputados sobre abertura de processo criminal contra o presidente Michel Temer (Gilmar Felix/Câmara dos Deputados)

Após longa e tumultuada sessão na Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (2), a denúncia contra o presidente da República Michel Temer, de envolvimento no escândalo de corrupção da JBS, foi arquivada.

O relatório da CCJ que recomendava o arquivamento, redigido pelo tucano mineiro Paulo Abi-Ackel, terminou aprovado por 263 votos a 227. Houve duas abstenções e 19 ausências.

O rito foi intercalado por discussões acaloradas e empurra-empurra entre parlamentares da base aliada e da oposição.

O Plenário da Casa não concedeu autorização ao Supremo Tribunal Federal para investigar o presidente do país.

No mesmo dia, pouco antes do início da sessão, Michel Temer havia exonerado dez ministros com mandato de deputado federal para influir no placar em favor de seu mandato.

Leia também:
Michel Temer exonera dez ministros para votação na Câmara
Moreira Franco é condenado a devolver R$ 2 milhões ao RJ
Congresso Nacional custa R$ 1,16 milhão por hora, calcula ONG

Todo conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada. Para reproduzir a matéria, é necessário apenas dar crédito ao Epoch Times em Português e para o repórter da matéria.
Leia a diferença. Epoch Times Todos os direitos reservados © 2000-2016