Cidadãos búlgaros condenam roubo e comércio de órgãos na China

Durante uma atividade de coleta de assinaturas realizada simultaneamente em seis cidades na Bulgária em 15 de novembro de 2014, mais de mil pessoas assinaram uma petição condenando a extração forçada de órgãos, sancionada pelo regime comunista chinês, de praticantes do Falun Gong vivos. As seis cidades onde a atividade de coleta de assinaturas foi realizada são: Veliko Tarnovo, Gabrovo, Yambol, Sevlievo, Shoumen e Gorna Oryakhovitsa.

Muitas pessoas ficaram chocadas e indignadas com este crime mal contra a humanidade depois que conheceram detalhes da perseguição na China contra os praticantes do Falun Gong. O evento também atraiu a atenção da mídia local.

Muitos médicos em Shoumen assinaram a petição e pediram para saber mais sobre a extração de órgãos na China. Os praticantes deram-lhes o livro Colheita Sangrenta: extração de órgãos de praticantes do Falun Gong na China.

O livro foi baseado numa reportagem investigativa escrita por David Matas e David Kilgour, renomado advogado de direitos humanos e ex-secretário de Estado canadense para a região da Ásia-Pacífico, respectivamente, que conduziram investigações independentes abrangentes sobre as alegações de extração de órgãos.

Um homem em Gabrovo, que conhece a situação atual na China e grande parte da sua cultura e idioma, assinou a petição sem hesitação.

Em Yambol, várias pessoas estavam contentes de poderem ajudar os praticantes a parar o crime de extração de órgãos e ser parte do esforço global lançado pela ONG Médicos Contra a Extração Forçada de Órgãos (DAFOH).

Veliko Tarnovo é um lugar muito popular para os turistas. Quando um grupo de turistas da China passou pelos praticantes, estes disseram-lhes sobre o que aconteceu com os praticantes durante a perseguição realizada pelo Partido Comunista Chinês na China há 15 anos.

A mídia Darik News e 100 Becmu informaram sobre o evento que foi realizado nas seis cidades naquele dia e expôs os crimes cometidos pelo regime chinês contra os praticantes do Falun Gong.

Artigos dos jornais locais expõem a perseguição ao Falun Gong na China e a extração forçada de órgãos de praticantes vivos (Minghui.org)
Artigos dos jornais locais expõem a perseguição ao Falun Gong na China e a extração forçada de órgãos de praticantes vivos (Minghui.org)

Naquele dia, os praticantes também entregaram materiais do Falun Gong, contendo informações sobre a perseguição e extração forçada de órgãos às prefeituras das seis cidades. Eles quiseram informar os funcionários de lá sobre os crimes contra a humanidade que continuam ocorrendo na China.

 
Matérias Relacionadas