Brian Laundrie morreu por ferimento de arma de fogo autoinfligido, afirma advogado

Laundrie era procurado como suspeito pelo desaparecimento e morte de sua noiva

Por Jack Phillips

Brian Laundrie, o homem procurado como suspeito no desaparecimento e morte de sua noiva, morreu devido a um ferimento autoinfligido a bala, de acordo com a família de Laundrie em uma declaração emitida por seu procurador.

Os restos parciais de Laundrie foram localizados em uma reserva de vida selvagem na Flórida, em 20 de outubro, após semanas de buscas. E cerca de um mês antes disso, sua noiva, Gabby Petito, foi encontrada morta em uma área remota no Wyoming enquanto as autoridades procuravam por Laundrie.

“Chris e Roberta Laundrie foram informados que a causa da morte foi um ferimento à bala na cabeça e a forma da morte foi suicídio”, declarou o advogado Steven Bertolino ao jornal Brian Entin, em um comunicado na terça-feira, citando os resultados de uma autópsia. “Chris e Roberta ainda estão de luto pela perda de seu filho e estão esperançosos de que essas descobertas possam apresentar um desfecho à  ambas as famílias”.

Um mandado de prisão federal foi emitido para Laundrie no dia 23 de setembro devido a acusações de fraude bancária, após ele supostamente usar o cartão de débito de Petito para sacar fundos e realizar compras.

Laundrie havia voltado para a casa de seus pais em North Port, na Flórida, no dia 1º de setembro, sem Petito. Em 11 de setembro, a família de Petito reportou seu desaparecimento e Laundrie então desapareceu, na metade de setembro, desencadeando uma longa caçada que atraiu a atenção internacional e manchetes.

Autoridades do Wyoming posteriormente declararam a morte de Petito um homicídio e confirmaram que ela morreu por estrangulamento manual.

Joseph Petito afirma que a família começou a se preocupar após vários dias sem notícias de sua filha.

“Ligamos para Brian, ligamos para a mãe, ligamos para o pai, ligamos para a irmã, ligamos para todos os números que pudemos encontrar”, afirmou Joseph Petito durante uma entrevista com o “Dr. Phil”, em setembro. “Nenhuma chamada foi atendida, nenhuma mensagem de texto obteve retorno”.

Na época, Petito afirmou que espera que “eles entendam o que está por vir, e isso inclui sua família”. Ele continuou: “Porque eu vou te dizer, agora, eles são cúmplices, de acordo com meus registros”.

Um homem que viu Petito e Laundrie brigando em Moab, no estado de Utah, em 12 de agosto, ligou para a polícia e relatou um incidente de violência doméstica, de acordo com uma gravação da ligação, obtida do Gabinete do Xerife do Condado. O homem afirma que viu Laundrie dar um tapa em Petito enquanto caminhava pela cidade e começou a bater nela antes que os dois entrassem em sua van e fossem embora.

Um vídeo divulgado pela polícia de Moab mostrou que um policial parou a van do casal no mesmo dia após ser visto acelerando e batendo em um meio-fio perto do Parque Nacional Arches. A filmagem da câmera corporal mostrou Petito triste.

A Associated Press contribuiu para esta reportagem.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
Matérias Relacionadas