Brasil sediará a Copa América após Argentina e Colômbia serem descartadas

Por Agência EFE

A Conmebol anunciou nesta segunda-feira que a Copa América que deveria ter sido disputada no ano passado será disputada no Brasil , depois desta noite de domingo foi noticiado que a Argentina não a organizaria devido ao acirramento da pandemia naquele país.

A autoridade máxima do futebol sul-americano informou em sua conta no Twitter que “as datas e o início do torneio estão confirmados” e que “os locais e os jogos serão informados nas próximas horas”.

Em outra declaração subsequente, a Conmebol agradeceu ao presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, e também à Confederação Brasileira de Futebol, por “abrir as portas daquele país àquele que é hoje o evento esportivo mais seguro do mundo”.

“A América do Sul vai brilhar no Brasil com todas as suas estrelas”, diz a nota, que antecedeu o anúncio oficial com uma “Conmebol Copa América 2021 que será disputada no Brasil”.

O anúncio acontece depois de a Argentina ter sido descartada como sede do torneio que seria dividido com a Colômbia , que pediu um adiamento devido ao conflito social naquele país, o que não foi aceito pela Conmebol.

Depois de descartar a Argentina como anfitriã, a Conmebol, que reúne dez federações, indicou que estava analisando “a oferta de outros países que mostraram interesse em sediar o torneio continental”.

A pandemia COVID-19 obrigou em março do ano passado a cancelar o torneio, marcado na Argentina e na Colômbia entre 12 de junho e 12 de julho, e depois remarcado para 13 de junho deste ano.

Frustrada a proposta da Colômbia, a bola ficou na quadra da Argentina, cujo governo finalmente considerou que a situação de saúde não viabilizava uma comemoração.

Entre para nosso canal do Telegram.

Veja também:

 
Matérias Relacionadas