Brasil e FAO apoiarão Peru no desenvolvimento técnico do algodão

Planta de algodão (Wikimedia Commons)
Planta de algodão (Wikimedia Commons)

Técnicos especializados em desenvolvimento do algodão no Brasil e a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) viajarão para o Peru na próxima semana, visando promover melhorias na cadeia produtiva do algodão e mostrar os benefícios que isso pode trazer para os agricultores locais.

O Ministério da Agricultura do Peru revelou que, em 2011, o setor algodoeiro proveu empregos para mais de 68 mil pequenos agricultores no país. A cadeia agro-têxtil no Peru emprega diretamente 350 mil pessoas, representando 1,6% do Produto Interno Bruto (PIB) do Peru, de acordo com relatórios do Ministério do Comércio Exterior e Turismo.

A delegação chegará a Lima na próxima segunda-feira (13). Serão realizadas reuniões com diversas autoridades do governo, incluindo representantes do Instituto Nacional de Inovação Agropecuária e de artesanato agrícola relacionados ao algodão. Os especialistas também viajarão para Lambayeque, Ica e San Martin, onde terão reuniões com os produtores locais.

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas