Bolsonaro fala sobre Coaf: “não podemos comungar com erro de ninguém” (Vídeo)

"O que temos de mais firme é o combate à corrupção”, destacou o presidente eleito

Por Jarbas Aragão, Gospel Prime

O presidente eleito Jair Bolsonaro fez uma transmissão nas redes sociais na noite desta quarta (12), onde falou sobre várias questões, incluindo meio ambiente, passando pela questão indígena e pela crise em Roraima.

O capitão abordou também a situação do ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, que segundo relatório do Coaf, realizou movimentações financeiras incompatíveis com sua renda.

“Gostaria de destacar que eu não sou investigado. Meu filho não é investigado. Esse ex-assessor nosso será ouvido pela Justiça na semana que vem”, disse Bolsonaro. Ele afirmou que não pretende barrar as investigações.

“Se algo estiver errado, comigo, com meu filho… que paguemos a conta deste erro porque nós não podemos comungar com o erro de ninguém. A gente quer que seja esclarecido o mais rápido possível. Dói no coração da gente, porque o que temos de mais firme é o combate a corrupção”, destacou.

“Aconteça o que acontecer, vamos combater a corrupção com todas as armas, inclusive o Coaf”, prometeu.

Até o momento, o que o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) divulgou foi a existência de movimentações financeiras “atípicas”, incluindo depósitos em espécie recebidos por Fabrício Queiroz, que trabalhou no gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

No final da transmissão, Bolsonaro disse que a partir desta semana fará lives semanais.

 
Matérias Relacionadas