Bolsa de Valores de Pequim define requisitos de capital para investidores

Por Frank Fang

A terceira e futura Bolsa de Valores da China exigirá requisitos de capital mínimo para certos investidores. Os investidores individuais devem ter 500.000 yuans (77.400 dólares) em ativos em suas contas para negociação na Bolsa de Valores de Pequim , anunciou na sexta-feira.

A China estabelecerá uma terceira bolsa de valores em Pequim, que será uma plataforma importante para pequenas e médias empresas inovadoras, disse o líder chinês Xi Jinping em 2 de setembro.

Antes de se habilitarem a negociar, as pessoas físicas devem ter o valor mínimo de capital em suas contas, em média durante os 20 pregões, enquanto os investidores institucionais não estarão sujeitos à limitação, de acordo com o regulamento online estabelecido em 17 de setembro.

Além disso, os investidores individuais precisam de pelo menos 24 meses de experiência em negociação.

Embora o regulador de valores mobiliários da China tenha declarado que o projeto da Bolsa de Valores de Pequim terá como base o Novo Terceiro Conselho da cidade e complementará as bolsas de valores de Xangai e Shenzhen, alguns temem que uma rivalidade para negociar recursos seja inevitável.

“Afinal, isso desvia capital dos mercados de Xangai e Shenzhen”, disse Rock Jin, economista e presidente-executivo da consultoria de investimentos PopEton.

Com informações da Reuters .

Veja abaixo:
O capital americano é a força vital do Partido Comunista Chinês

Entrevista com Roger Robinson , diretor sênior de Assuntos Econômicos Internacionais do Conselho de Segurança Nacional durante o governo Reagan, que mais tarde atuou como presidente da Comissão de Revisão Econômica e de Segurança do Congresso EUA-China.

Entre para nosso canal do Telegram

Siga o Epoch Times no Gettr

Veja também:

 
Matérias Relacionadas