Biden sugere que deseja ‘eliminar’ os carregadores de armas com mais de 20 balas

Por Jack Phillips

O presidente Joe Biden disse na quarta-feira que seu governo quer aprovar uma legislação que proíba carregadores de armas de alta capacidade para revólveres e rifles.

“Eu sou o único cara que já aprovou uma legislação quando era senador para garantir a eliminação das armas de assalto “, disse Biden durante um evento da CNN na quarta-feira, referindo-se à Lei de Controle e Execução do Crime Violento de 1994. Essa legislação incluía uma proibição nas chamadas “armas de assalto”. “A ideia de que você precisa de uma arma com capacidade para disparar 20, 30, 40, 50, 120 tiros, seja uma pistola 9 mm ou um rifle, é ridícula.”

“Eu continuo pressionando para eliminar a venda dessas coisas, mas não é provável que isso aconteça no curto prazo”, acrescentou Biden.

Não está claro se Biden quis dizer que deseja proibir totalmente as pistolas 9 mm ou rifles, ou carrergadores que contenham no mínimo 20 cartuchos. Muitas armas de fogo podem usar carregadores com menos de 20 cartuchos e, em estados como a Califórnia ou Nova York, a lei estadual proíbe a posse de carrregadores com mais de 10 cartuchos. Os invólucros de 9 mm estão entre os mais usados nos Estados Unidos.

Os republicanos da Câmara criticaram o comentário de Biden, dizendo que era uma tentativa de “banir as armas de fogo”. Outros analistas conservadores seguiram o exemplo, alegando que o presidente quer proibir o porte de rifles e pistolas 9mm.

Até agora, Biden aprovou uma legislação visando certos tipos de rifles e usou seu poder executivo para ordenar que o Departamento de Justiça ( DOJ ) e o Escritório de Álcool, Tabaco, Armas de Fogo e Explosivos ( ATF ) regulem ainda mais os rifles e armas com estabilizador. Enquanto isso, Biden também orientou essas agências a visar lojas de armas e outros traficantes de armas de fogo que supostamente não realizaram as verificações de antecedentes necessárias.

Os democratas da Câmara aprovaram no início deste ano, com pouco apoio republicano, um par de projetos de lei que estenderiam as verificações de antecedentes àqueles que desejam comprar armas de fogo. Alguns senadores democratas apresentaram um projeto de lei que proibiria 205 “armas de assalto ” e outro projeto que proibiria carregadores com mais de 10 rodadas.

Durante sua reunião pública na CNN, o presidente justificou suas ações executivas citando o aumento de tiroteios, homicídios e crimes em geral nas principais áreas metropolitanas. No entanto, alguns policiais disseram que a pressão da esquerda para “ despojar a polícia ”, bem como as políticas de reforma das fianças, levaram a um aumento da criminalidade em todo o país.

Biden, que parece estar ciente de uma série de demissões e aposentadorias na polícia nos últimos anos, reconheceu na quarta-feira que “a polícia está tendo problemas reais” para lidar com o aumento da criminalidade.

“Nem todos são ruins, há muitos bons. Precisamos de mais polícia, não menos polícia “, acrescentou.

O Epoch Times contatou um porta-voz da Casa Branca para os comentários.

Entre para nosso canal do Telegram.

Siga o Epoch Times no Gab.

Veja também

 
Matérias Relacionadas