Bebê roubado em uma van é encontrado após 36 horas de busca: ‘Um turbilhão de pura felicidade’

Pai estava descarregando compras e quando voltou encontrou uma cena assustadora: sua van e o pequeno Blaise não estavam lá

Por Mariana Buendia 

Um menino de 1 ano que foi roubado dentro de uma van da família na Geórgia apareceu após 36 horas de busca. A mãe que simplesmente começou a chorar com a notícia maravilhosa afirma que sentiu um “turbilhão de pura felicidade”.

Blaise Barnett é o filho de 1 ano de Deonna Bray e Xavier Barnett, residentes de Clarkston, Geórgia, nos Estados Unidos. No entanto, na quarta-feira, 10 de novembro à 1h, seu bebê foi roubado junto com sua van, Ford Explorer, relatou a ABC7.

O pai de Blaise estava descarregando as compras do caminhão, ele fez uma viagem para levar o sobrinho para dentro de casa, para retornar imediatamente para seu filho pequeno, que estava na cadeirinha do carro estacionado em frente a sua casa, na rua de Montreal.

Após voltar para o carro, ele encontrou uma cena assustadora: sua van e o pequeno Blaise não estavam lá.

“Ele estava fazendo uma viagem rápida porque a casa estava bem ali e ainda podíamos ver o carro. Talvez nos 30 segundos em que esteve lá, ele tentou voltar para encontrar Blaise e então Blaise não estava lá e o carro não estava lá”, explicou a mãe, conforme noticiado pela CBS46.

Após relatar o sequestro de Blaise naquela manhã, as 36 horas seguintes de suas vidas se tornaram indescritíveis. Embora na tarde de quarta-feira, a picape Ford Explorer 2002 cinza tenha sido encontrada a alguns quilômetros de sua casa, nos condomínios de Brannon Hill. Blaise e sua cadeirinha não estavam mais lá dentro.

A mãe, nas horas seguintes, pediu publicamente que quem quer que tivesse seu bebê, por favor, “mantenha-o aquecido” e devolva-o a ela. E que ela não iria apresentar queixa contra o responsável.

“Apenas o proteja. Se você tiver, mantenha-o a salvo e traga-o são e salvo”, afirmou ela em entrevista ao mesmo meio de comunicação.

“Nós só queremos que você nos dê nosso bebê de volta. Se você ainda estiver no carro, mantenha-o aquecido. Traga de volta. Só quero que ele volte aos meus braços”, declarou a mãe afligida.

Felizmente, após uma intensa busca pelo Departamento de Polícia de Clarkston, Blaise se tornou notícia nacional, com o FBI e o GBI (Georgia Bureau of Investigation) iniciando uma investigação para encontrar o menino. A busca terminou e o menino de 1 ano foi encontrado por uma mulher de Clarkston, relatou a AJC.

Após quase 36 horas, na tarde de quinta-feira, uma mulher que mora na Rua Rogers, de Clarkston, encontrou o menino dentro de uma caminhonete quando saiu para a frente de sua casa. Ele imediatamente carregou o bebê para dentro e ligou para o 911.

Apenas duas horas antes do aparecimento de Blaise, a mãe, amigos e familiares se reuniram para orar para que o pequeno voltasse em segurança. E assim foi.

“Nós estamos com ele. Quando ele disse isso, eu disse: ‘Entendeu? Todo mundo estava gritando, e eu pensei, ‘Oh meu Deus, Ok’, e comecei a chorar … Eu sabia que meu bebê estava seguro agora”, declarou a mãe.

“Imediatamente comecei a chorar, um turbilhão de pura felicidade. Fiquei sem palavras”, relatou Bray.

Ela também afirma que foi essa oração que trouxe seu bebê de volta para casa.

Com o pequeno de volta, foi feito um check-up médico, que mostrou que o pequeno Blaise estava de fato totalmente são e salvo.

Nesse mesmo dia, a sua mãe não perdeu a oportunidade de agradecer a todas as pessoas que a apoiaram, mas principalmente à sua família, que a “apoiou” nos momentos mais difíceis.

“Ele está de volta e com saúde!! Todos os testes, raios-x, exames de sangue, correram bem!! Ainda estou em estado de choque por ele já estar literalmente ao meu lado, posso tocá-lo, beijá-lo e olhar para ele o tempo que eu quiser!! A mamãe está tão feliz!!”, escreveu sua mãe em uma publicação no Facebook.

“Quero fazer um apelo especial para minha família que me apoiou, realmente não foi fácil, eles estiveram lá o tempo todo, mas ficamos juntos e eles se mantiveram positivos, porque precisávamos um do outro para trazer nosso bebê! De volta! Obrigado a todos por estarem aqui desde o começo, essas primeiras 12 horas me ensinaram muito … Eles não dormiram, não saíram do meu lado, estavam tão machucados quanto eu, nós precisamos um do outro. Só quero agradecer mais uma vez, vocês merecem tudo no mundo, amo muito vocês, obrigada a me ajudar a recuperar o meu bebê ”, finalizou a mulher feliz, com seu filho de volta em casa.

Por sua vez, a investigação sobre quem roubou o caminhão e deteve a criança durante as longas 36 horas, ainda está em andamento.

“No momento, ainda é uma investigação muito fluida e ativa”, afirmou o sargento da polícia de Clarkston Dustin Bulcher, de acordo com a ABC7.

“Estamos acompanhando todas as pistas que recebemos e, no momento, verificando à medida que avançamos”, acrescentou.

Uma história que emocionou milhares de pessoas ao redor do mundo, que próximas e distantes, com informações e orações, ajudaram essa mãe a encontrar seu filho e trazê-lo de volta para casa.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
Matérias Relacionadas