Baldwin afirma que ‘não puxou o gatilho’ e não sabe como uma bala real entrou no set de Rust

'Armas não simplesmente disparam', afirmou xerife de Santa Fé, onde foi o ocorrido

Por Jack Phillips

O ator Alec Baldwin revelou que “não tem ideia” de como uma bala de munição real chegou ao set do filme “Rust” antes do disparo fatal do mês passado que levou à morte da cinegrafista Halyna Hutchins.

Durante uma entrevista à ABC News, Baldwin também afirmou que não puxou o gatilho da arma. O incidente, que não resultou em nenhuma acusação criminal, está sendo investigado pelas autoridades do condado de Santa Fé, Novo México.

“Eu nunca apontaria uma arma para ninguém e puxaria o gatilho”, declarou Baldwin, de acordo com um trecho da entrevista transmitida pela televisão, a primeira desde o tiroteio. Embora não tenha entrado em detalhes, o ator pode estar sugerindo que a arma foi disparada acidentalmente.

“O gatilho não foi puxado. Eu não puxei o gatilho”, afirmou repetidamente o ator veterano.

Baldwin, de 63 anos, afirmou que “não tem ideia” de como uma bala real entrou no set do filme e que a mesma não deveria estar lá. “Penso no ocorrido e no que poderia ter feito”, também declarou o ator.

Steven Howard, especialista em armas de Michigan, aparentemente refutou o relato de Baldwin, relatando à Reuters, na quinta-feira, que é “muito, muito raro” uma arma falhar, e que isso aconteceria se o gatilho ou martelo quebrasse ou funcionasse mal. A arma pode falhar se ficar entupida com destroços, declarou.

“Você pode não se lembrar de puxar o gatilho. Isso acontece com bastante regularidade em eventos traumáticos, mas se você insiste que não puxou o gatilho, acho muito difícil de acreditar”, afirmou Howard. “Se alguém me colocar na sala com aquela arma por dois minutos, direi se é mentira ou não”.

Enquanto isso, o xerife do condado de Santa Fé, Adán Mendoza, declarou à Fox News que “as armas não simplesmente disparam” e relatou que o FBI está examinando a arma de fogo.

“Então, o que quer que tenha ocorrido ao se manipular a arma de fogo”, acrescentou o xerife, Baldwin “o fez e ela estava em suas mãos”.

Também durante a entrevista, Baldwin ficou visivelmente chateado ao falar sobre a morte de Hutchins. Além de Hutchins, o diretor de “Rust”, Joel Souza, se feriu durante as filmagens.

“Ela era uma pessoa amada por todos que trabalharam com ela, (…) e admirada”, afirmou Baldwin, lutando contra as lágrimas. Em seguida, acrescentou que “não parece real para mim”.

Enquanto isso, vários processos foram movidos contra Baldwin, incluindo um aberto em meados de novembro, alegando que o roteiro do filme não exigia que o ator disparasse uma arma durante as filmagens.

A supervisora ​​do roteiro, Mamie Mitchell, que abriu o processo, alegou que Baldwin estava “jogando roleta russa” quando disparou a arma, supostamente, sem verificá-la.

“Não havia nada no roteiro sobre o disparo de arma pelo réu Baldwin ou de qualquer outra pessoa”, afirma a ação.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
Matérias Relacionadas