Bactéria produz combustível pronto para uso

Pesquisadores criam bactéria para produzir o primeiro biocombustível idêntico ao usado comercialmente
Um homem abastece seu carro num posto. Combustíveis comerciais não podiam ser criados por bactéria até agora (Miguel Villagran/Getty Images)

Pesquisadores criaram bactérias que podem produzir combustível comercial diretamente sob demanda de açúcar.

Até agora, os biocombustíveis não eram totalmente compatíveis com motores modernos não adaptados, funcionando ineficiente e corrosivamente.

Mas pesquisadores afirmam ter manipulado bactérias geneticamente, combinando genes de árvores e algas, para produzir hidrocarbonetos idênticos aos utilizados no combustível comercial.

A pesquisa foi realizada na Universidade de Exeter no Reino Unido, produzindo uma bactéria E. coli modificada que produz enzimas capazes de converter o açúcar em ácidos graxos, que por sua vez são convertidos em combustível.

O Prof. John Love da Universidade de Exeter disse num comunicado: “A produção de um biocombustível comercial que pode ser usado sem a necessidade de modificar os veículos tem sido o objetivo deste projeto desde o início.”

“A demanda global por energia está aumentando e um combustível que é independente de ambas as flutuações dos preços globais de petróleo e da instabilidade política é uma perspectiva cada vez mais atraente”, disse ele.

As credenciais ecológicas dos biocombustíveis produzidos a partir de culturas alimentares são muitas vezes criticadas. Mas o Prof. Love acredita que uma versão ampliada do processo lhes permitirá ajustar os genes para possibilitarem que as bactérias produzam combustível a partir de estrume animal e não de açúcar.

A pesquisa foi parcialmente financiada pela divisão de investigação Rob Lee da Shell Projetos e Tecnologia, diz um comunicado, “Embora a tecnologia ainda enfrente vários obstáculos para comercialização, explorando este novo método de criação de biocombustíveis, junto com outras tecnologias inteligentes, esperamos ajudar a enfrentar os desafios de limitar o aumento das emissões de dióxido de carbono e responder à demanda global crescente por combustível de transporte.”

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas