Áudio vazado revela envolvimento de Hunter Biden com chefe de espionagem chinês

Por Bruna de Pieri, Terça Livre

O site americano The National Pulse publicou na terça-feira, 27, um áudio atribuído a Hunter Biden que revela que o filho do presidenciável americano, Joe Biden, tinha envolvimento comercial com um homem que ele alegava ser o “chefe de espionagem da China”.

Hunter diz que há um repórter do New York Times querendo falar sobre seu parceiro de negócios, Patrick Ho, “chefe de espionagem da China”, que fundou uma empresa de US$ 323 bilhões com outro sócio que está desaparecido.

“Tenho outro repórter do New York Times ligando para falar da minha representação de Patrick Ho – o chefe espião da China que fundou a empresa que vale US$ 323 bilhões, com meu sócio que agora está desaparecido. O homem mais rico do mundo está desaparecido; que era meu parceiro”, diz Hunter.

Em outro trecho, Hunter afirma que o antigo sócio dele, seu “melhor amigo de negócios, Davon” indicou ele e o pai como testemunhas em um caso criminal sem avisar. Ele estaria falando de seu sócio Davon Archer.

“Ele está desaparecido desde a última vez que o vi em seu apartamento de US$ 58 milhões, dentro de [envolvido em] um negócio de US$ 4 bilhões para construir a porra do maior porto de GNL do mundo. E estou recebendo ligações do Distrito Sul de Nova York, do próprio procurador dos EUA. Meu melhor amigo nos negócios, Devon, me nomeou como testemunha sem me contar em um caso criminal, e meu pai, sem me dizer”.

De acordo com o The National Pulse, o áudio desmonta a narrativa da grande mídia americana de que o disco rígido do laptop de Hunter, obtido pelo New York Post e entregue ao FBI é “falso” ou não implica Hunter ou Joe Biden em investigações criminais e/ou negócios com o Partido Comunista ChinêsOuça aqui o áudio.

Apoie nosso jornalismo independente doando um “café” para a equipe.

Veja também:

 
Matérias Relacionadas