Atualizações ao vivo do Coronavirus: Pequim aumenta a liderança no epicentro do vírus na província de Hubei

Por Equipe do Epoch Times

Comentário

Países ao redor do mundo estão tomando medidas de precaução para impedir a disseminação do novo coronavírus, o COVID-19, à medida que o número de mortos continua a aumentar.

O ex-prefeito de Xangai Ying Yong foi nomeado para substituir Jiang Chaolinang como o novo secretário do partido na província de Hubei, epicentro do novo surto de coronavírus, informou o porta-voz do Partido Comunista na Xinhua em 13 de fevereiro.

A capital de Hubei, Wuhan, também terá um novo secretário do partido, Wang Zhonglin, ex-secretário do partido de Jinan, na província de Shangdong.  Wang substituirá Ma Guoqiang, de acordo com o relatório.

Ma também será removido de seu posto como vice-secretário do partido de Hubei.  A Xinhua não nomeou ninguém para assumir o cargo de secretário provincial do partido.

A Xinhua deu uma explicação vaga para o súbito abalo da liderança, dizendo que a nomeação de Ying era necessária para “as necessidades de prevenção de epidemias”.

Pequim remove alto funcionário na administração de assuntos de Hong Kong

O Conselho de Estado da China anunciou em 13 de fevereiro o rebaixamento do atual diretor do Departamento de Assuntos de Hong Kong e Macau, Zhang Xiaoming, que era o mais alto funcionário de Pequim na administração de assuntos de Hong Kong.

Xia Baolong – atual vice-presidente e secretário-geral do órgão consultivo político da China, a Conferência Consultiva Política do Povo Chinês (CPPCC) e ex-secretário do partido da província de Zhejiang, leste da China – deve assumir o cargo de Zhang.

Zhang assumirá uma nova posição como vice-diretor, ao lado de Luo Huining, que também é atualmente o diretor do escritório de ligação de Pequim em Hong Kong, e Fu Ziying, que é o diretor do escritório de ligação de Pequim em Macau.

Mais 44 infecções são relatadas em navio de cruzeiro no Japão

Outras 44 pessoas testaram positivo para o novo coronavírus no navio de cruzeiro Diamond Prince atracado no Japão, informou o jornal local Japan Times, citando o ministério da saúde local.

Entre as pessoas recém-infectadas, 29 são japoneses e 15 não são japoneses.  Um membro da tripulação está entre eles.

Atualmente, existem 218 pessoas que testaram positivo para o vírus no navio de cruzeiro.

“Atualmente, estamos fazendo acordos hospitalares para aqueles que deram positivo”, disse o ministro da Saúde Katsunobu Kato, segundo a agência.

Os outros pacientes foram todos retirados do navio e estão em quarentena em hospitais em Tóquio, de acordo com relatórios anteriores.

 

Epoch Times Photo
Navio Diamond Princess atracado no porto de Yokohama, perto de Tóquio na sexta-feira, em 7 de fevereiro de 2020 (Sadayuki Goto / Kyodo News via AP)

Escolas de Hong Kong estarão fechadas até 16 de março

O secretário de Educação de Hong Kong, Kevin Yeung, anunciou em entrevista coletiva nesta quinta-feira que todas as escolas da cidade permanecerão fechadas até 16 de março.

Anteriormente, o governo de Hong Kong havia adiado o retorno às aulas até 17 de fevereiro, após o feriado do Ano Novo Chinês, antes de estender a paralização até 2 de março.

Um distrito em Hubei anuncia ‘Regulamento de Guerra’

As autoridades de saúde de Zhangwan, um distrito da cidade de Shiyan, na província de Hubei, anunciaram na quarta-feira oito medidas para fazer cumprir a “regulamentação em tempo de guerra” do distrito.  As medidas entram em vigor à meia-noite de quinta-feira por pelo menos 14 dias.

Uma medida exige “gerenciamento completo da vedação” de todos os edifícios.  Com exceção do pessoal médico, funcionários da saúde e pessoas nos setores de água, eletricidade, telecomunicações e necessidades básicas de vida, todos os outros são proibidos de entrar e sair desses prédios.

Como parte do “regulamento de guerra”, as autoridades do governo são responsáveis ​​pela compra de bens de consumo, incluindo medicamentos, para os residentes locais.

Todos os carros, com exceção de veículos médicos, carros da polícia, veículos de combate a incêndios, caminhões e veículos do governo, serão proibidos de entrar e sair de áreas residenciais locais.

As pessoas serão detidas por tentarem entrar em áreas isoladas.

Todos os membros do Partido Comunista Chinês também são instruídos a “obedecer incondicionalmente” às ​​ordens dadas pelas autoridades do governo nas aldeias e residências locais.

A United Airlines extende suspensão de serviço para Hong Kong e China

Em um comunicado em 12 de fevereiro, a United Airlines disse que seus serviços para Hong Kong, Pequim, Xangai e Chengdu, capital da província de Sichuan, no sudoeste da China, serão suspensos até 24 de abril.

“Continuaremos a monitorar a situação e avaliaremos nossa programação, enquanto permanecermos em contato próximo com o CDC e outros especialistas em saúde pública em todo o mundo”, afirmou o comunicado.

Nova Iorque apura caso suspeito 

O Departamento de Saúde e Higiene Mental da cidade de Nova Iorque anunciou em 12 de fevereiro que a sétima pessoa suspeita de ter contraído o coronavírus teve sua situação totalmente esclarecida.

“Agora temos zero casos pendentes”, afirmou o departamento.

De acordo com os Centros dos EUA para Controle e Prevenção de Doenças (CDC), atualmente existem 14 casos conhecidos nos Estados Unidos, sendo oito deles na Califórnia.

O que sabemos e dicas para se manter seguro

Embora especialistas em saúde digam que ainda não há uma indicação clara do quão potente é o vírus, há algumas coisas que sabemos sobre o COVID-19.

O portador do vírus pode ser infeccioso antes de exibir sintomas.  Os sintomas mais comuns associados ao vírus incluem febre, tosse e dificuldade em respirar.  Mas os pesquisadores chineses estão dizendo que os pacientes também apresentaram outros sintomas como fadiga, diarreia, dores no peito e dores de cabeça.

Acredita-se que o período de incubação – ou a quantidade de tempo decorrida da exposição ao aparecimento dos sintomas – seja de 14 dias.  Um estudo recente de pesquisadores chineses afirma que pode demorar até 24 dias.

De acordo com pesquisas preliminares sobre a rapidez com que a cepa do coronavírus está se espalhando, os cientistas dizem que o COVID-19 é moderadamente infeccioso.  Cada paciente pode infectar entre 1,5 a 3,5 pessoas na ausência de medidas de contenção – semelhante à SARS.

De acordo com o CDC dos EUA, a maioria dos casos de transmissão humana até agora ocorreu entre aqueles com contato próximo com um paciente – provavelmente se espalhou através de partículas transportadas pelo ar quando uma pessoa infectada tossiu ou espirrou. Cientistas chineses dizem que há evidências de que o vírus também pode se espalhar através da contaminação fecal.

Não está claro quanto tempo o coronavírus pode sobreviver em superfícies inanimadas, mas um especialista da Comissão Nacional de Saúde da China recentemente determinou a duração de várias horas a até cinco dias.

Para se manter seguro, é recomendável não viajar para a China e evitar o contato com pacientes infectados.  Também é recomendável que as pessoas sigam as boas práticas de higiene pessoal e lavem as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos ao visitar locais públicos.

Atualmente, ainda não há necessidade do público em geral usar máscaras nos Estados Unidos, disse o CDC.

 
Matérias Relacionadas