Ator Neal McDonough recusa cenas românticas pelo bem de sua família e moral

Por Louise Bevan

“Existem duas regras para a tela: não usarei o nome do Senhor em vão e não beijarei outra mulher na tela”. Essas são as palavras do ator de Hollywood Neal McDonough, faladas em uma entrevista ao Christian Examiner em Agosto de 2016.

O ator está virando manchete por se recusar a comprometer sua moral cristã para papéis no cinema que exigem que ele desafie as fronteiras entre fantasia e realidade.

Epoch Times Photo
© Getty Images |  Vivien Killilea

Neal, 52, é um católico praticante e devoto. Ele é casado com a esposa Ruve Robertson, uma ex-modelo de biquíni da África do Sul. O casal tem cinco filhos lindos juntos.

“Matar pessoas na tela – isso é falso. Isso não é real. Quando você está na cama com outra mulher na tela – adivinhe? Isso é real. Eu não gosto desse tipo de coisa”, explicou Neal, revelando sua experiência da percepção entre o que é real e o que é falso na tela grande.

Enquanto um homem de princípios deve ser respeitado, Neal descobriu ao longo dos anos que sua linha dura faz com que ele perca trabalhos na capital do cinema do país. A vontade de Neal foi testada no set do programa de TV de longa duração da ABC, Desperate Housewives, quando, em seu papel de palestrante motivacional Dave Williams, ele se recusou a beijar sua esposa na tela, Edie, interpretada por Nicolette Sheridan. Mais tarde, Dave Williams foi eliminado em um enredo que o seccionou no Boston Ridgegate Mental Facility no mesmo ano.

Epoch Times Photo
© Getty Images | Jason Merritt

“Depois disso, não consegui um emprego porque todo mundo pensava que eu era um fanático religioso”, revelou Neal, em conversa com a revista Closer.

Mais uma vez, Neal perdeu seu papel nos Scoundrels da ABC depois de se recusar a interpretar atos românticos na frente da câmera. A ABC citou a demissão do ator como uma “mudança de elenco”.

“Eu sou muito religioso. Coloquei Deus e a família em primeiro lugar, e eu em segundo”, afirmou ele bravamente. A convicção religiosa de Neal é um tanto incomum no meio de Hollywood, especialmente quando se trata da prevalência de conteúdo explícito nos principais filmes de Hollywood atualmente.

Epoch Times Photo©Getty Images | Kevin Winter

No entanto, após uma série de contratempos, a carreira de Neal encontrou seu lugar. Ele agora está estrelando o filme Greater, e interpreta Marty Burlsworth, o irmão mais velho do ex-Arkansas Razorback Brandon Burlsworth. O papel “não foi fácil”, admitiu Neal. Um papel cansativo, mas uma experiência inestimável.

E, felizmente para Neal, não havia cenas românticas para fazer.

Neal encontrou equilíbrio em sua carreira e teve enormes sucessos ao longo de várias décadas em Hollywood. Por fim, no entanto, o ator optou por preferir os princípios pessoais ao longo de sua carreira, e nós o aplaudimos. “Não vou beijar nenhuma outra mulher porque esses lábios são para uma mulher”, disse o ator a Closer.

A esposa dele é uma mulher de sorte.

Epoch Times Photo
© Getty Images | Rich Polk

Neal descobriu que interpretar o “bandido” geralmente consegue contornar a questão de ter que fazer atos românticos na tela. Mas ele não especula muito sobre o futuro: “Se, em algum momento, minha carreira acabar nos papéis de bandidos e eu não puder fazer mais nada, pensarei em outra coisa a fazer”, afirma Neal, enquanto fala com Christian Examiner. “Mas, por enquanto, estou gostando muito da carreira e da minha família e, mais importante, do meu relacionamento com Deus”.

“Espero estar deixando-o orgulhoso.”

Assista Neal discutindo seu amor por sua família – Neal, aplaudimos seus princípios! Não deixe de curtir, comentar e compartilhar nas mídias sociais.

Compartilhe este artigo.

 
Matérias Relacionadas