Ataque contra base militar americana no Afeganistão mata três soldados

Por EFE

Cabul, 9 fev – Pelo menos dois soldados americanos e um afegão morreram em consequência de um ataque realizado por um homem vestido com uniforme utilizado pelas tropas do Afeganistão, na província de Nangarhar, no sul do país asiático.

A ação aconteceu neste sábado e foi confirmada hoje, por meio de comunicado, pelo porta-voz das tropas dos Estados Unidos em território afegão, o coronel Sonny Leggett.

O ataque, ocorrido no distrito de Sherzad, no leste do Afeganistão, ainda deixou nove feridos, sendo seis deles militares americanos, de acordo com as informações oficiais.

Leggett explicou que o caso ainda está sendo investigado, mas evitou dar detalhes sobre as informações obtidas até o momento.

O Ministério da Defesa do Afeganistão também divulgou nota, em que foi confirmada a morte de um militar do país, e garantiu que haverá uma investigação profunda sobre o ataque.

Até o momento, nenhum grupo reivindicou a ação realizada em Nangarhar, uma das províncias que registra a maior tensão no país asiático e que tradicionalmente esteve controlada por talibãs e, mais recentemente, pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

O ataque acontece e meio a processo de diálogo de paz no Catar, entre delegações dos EUA e talibãs, que segundo os últimos relatos, estão bem avançadas, com a possibilidade da assinatura de um acordo sendo considerada bem próxima.

As conversas contemplavam a retirada dos mais de 5 mil soldados americanos nos primeiros 135 dias após o tratado ser oficializado. O impasse estava na negativa dos talibãs de declararem um cessar-fogo nas atividades.

 
Matérias Relacionadas