Aprenda a fazer o incrível biscoito recheado assado no sol

Por Marina Dalila, Epoch Times

Quando se pensa em biscoitos recheados, a primeira imagem que aparece em nossa mente é a de biscoitos recheados industrializados, carregados de açúcar, sal, corantes e conservantes. E após comermos algo com sabor tão marcante, não imaginamos que uma versão natural, saudável, saborosa, sem glúten, açúcar e aditivos químicos seja possível.

Este biscoito, ao contrário da consistência do industrializado – que é feito à base de farinha e assado em forno a altas temperaturas -, dissolve na boca e agrada o paladar dos degustadores mais exigentes. O forno utilizado é o que foi dado pela natureza: o sol: o maior e mais barato desidratador, que tem grande poder de aquecimeto e acentua o sabor do alimento assado. Além disso, a temperatura alcançada não ultrapassa 40oC e ajuda a preservar as enzimas presentes nos alimentos naturais, poderosos suplementos no auxílio da digestão.

Este biscoito é rico em fibras solúveis de maçã, um alimento funcional poderoso que evita a absorção de gorduras ingeridas nas refeições, ajuda no controle do colesterol e glicose no sangue, auxilia na moderação do apetite e é fonte de sais minerais como cálcio, magnésio, sódio e potássio. As fribras utilizadas são de maçãs, que podem ser utilizadas para sucos, como o suco luz do sol, de forma a serem colocadas separadamente no liquidificador, separando-se a maçã do líquido em um voal antes da preparação do suco*.

Leia também:
Pão de batata-doce de liquidificador: sabor de “forno da vovó”
• Catupiry de castanha-de-caju: uma delícia sem glúten, sem soja e sem leite
Aprenda receita vegetariana que contém todos os aminoácidos essenciais

Além dos benefícios nutricionais das fibras de maçã, este delicado biscoito é beneficiado com o poder indiscutível da amêndoa. Estudos comprovaram que quando ela é ingerida, de forma saudável, com outras fibras solúveis também conhecidas por diminuírem o LDL (o colesterol responsável por aumentar o risco de doenças cardíacas) como as da maçã, o seus efeitos benéficos se tornam potencializados. Desta forma, a amêndoa é considerada um super alimento na prevenção de doenças cardiovasculares, devido à presença de vitamina E e gorduras monoinsaturadas. Além de todos estes benefícios, ela também é boa fonte de magnésio e potássio.

Para completar, temos o amendoim como um ingrediente que transforma este biscoito recheado em um remédio natural na prevenção de doenças vasculares. Também rico em gorduras monoinsaturadas, vitamina E, niacina e folato, proteín, manganês, e resveratrol (presente também em uvas e vinhos, e muito conhecido por reduzir o risco de cardiopatias e câncer) – na forma de manteiga o amendoim foi comprovadamente responsável por diminuir doenças cardiovasculares em 21%.

Receita:

3 chícaras de passas

1 pitada de sal marinho (opcional)

Fibras de três maçãs*

1 chícara de farinha de amêndoas**

1 colher de café de canela em pó ou cravo em pó (opcional)

1 colher de sopa de manteiga de amendoim (de preferência, caseira, sem açúcar e sem sal/ utilize o restante da manteiga de amendoim para o recheio, caso queira variar o sabor)

Modo de preparo:

Bata as passas no liquidificador até virarem uma pasta.

photo (7)

Use uma chícara desta pasta para misturar com o restante dos ingredientes e reserve duas chícaras para o recheio.

Utilize a tampa de um saleiro pequeno para fazer os biscoitos, de cerca de 2,5cm de diâmetro. E vá colocando cuidadosamente em uma assadeira até terminar com toda a massa.

photo 1

Leve ao sol para secar por no mínimo 5 horas em sol quente (eles deverão assar de 5 a 12 horas no sol, mas a partir de 5 horas já se pode fazer os biscoitos).

photo 3

Envolva a forma com um voal para evitar contato com insetos.

photo 4

Recheie os biscoitos com as passas em pasta ou com a manteiga de amendoim.

Rendimento: 20 biscoitos recheados.

* Pode-se usar a manteiga feita com amendoim cru (bata duas chícaras de amendoim cru, descascado, com 4 colheres de sopa de óleo vegetal, até obter um creme) ou torrado (bata um pacote de amendoim torrado e descascado no liquidificador até obter uma pasta cremosa). Como esta receita é natural, as manteigas de amendoim não utilizaram nem sal nem açúcar; mas fica à critério do leitor acrescentar ambos, a gosto, caso tenha interesse.

** Nesta receita utilizou-se a farinha de amêndoas coada do leite que foi feito com uma xícara de amêndoas bioativadas ou hidratadas durante a noite (cerca de doze horas) e posteriormente descascadas. Em seguida, foram batidas no liquidificador com três chícaras e meia de água, cinco tâmaras e uma colher de extrado de baunílha, e posteriormente coadas no voal.

 
Matérias Relacionadas