Apple e Google abrem tecnologia de rastreamento para alguns desenvolvedores

Por EFE

San Francisco (EUA), 29 abr – A Apple e a Google abriram nesta quarta-feira para alguns desenvolvedores de software, com vínculos com autoridades de saúde de diferentes partes do mundo, o acesso as bases da tecnologia de rastreamento de contatos, ferramenta de combate à pandemia da Covid-19.

Em comunicado, as duas companhias americanas explicaram que o objetivo é duplo, permitir que comecem a testar a interface de programação de aplicativos, antes do lançamento oficial previsto para maio e, também, obter comentários e avaliações que permitam melhorar o produto.

Apple e Google já tinham surpreendido no início deste mês, com a aliança sem precedentes na indústria tecnológica, ao revelarem que estavam trabalhando juntas em um projeto para usar dados de mobilidade das pessoas na luta contra a doença provocada pelo novo coronavírus.

A ideia é aproveitar a onipresença dos sistemas operacionais da Apple, o iOS, e da Google, o Android, para obter as informações e colocar à disposição das autoridades de saúde de todo o mundo, que poderiam fazer melhor acompanhamento e previsões sobre o contágio.

O trabalho já foi realizado em países como China e Coreia do Sul, mas que levanta dúvida sobre a privacidade das informações dos usuários, algo que as duas companhias garantem terem sido capazes de resolver com o uso do Bluetooth, que seria menos invasivo que a geolocalização, e com o caráter voluntário dos programas.

A tecnologia envolve interfaces de programação de aplicação (APIs, na sigla em inglês) no nível de sistemas operacionais para facilitar que aplicações de autoridade de saúde possam utilizar os dados dos smartphones para medir o fluxo de pessoas.

A nova API, que ficará disponível em maio, permitirá uma comunicação fluída entre Android e iOS, com a ideia de que os aplicativos de governos possam ser baixados nas duas plataformas.

A partir dela, Apple e Google disponibilizarão uma plataforma que permita o acompanhamento das interações entre as pessoas, mediante o Bluetooth. Assim, quem entrar em contato com alguém que deu positivo para Covid-19, poderá ser informado pelo telefone e já entrar em isolamento voluntário.

 
Matérias Relacionadas