Após defender Copa América no Brasil, Doria recua e decide vetar jogos da competição em SP

Por Brehnno Galgane, Terça Livre

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), defendeu nessa terça-feira (1º) a realização da Copa América no Brasil. Poucas horas depois, no entanto, voltou atrás na sua palavra e decidiu vetar os jogos da competição em São Paulo.

Após afirmar que seria incoerente permitir jogos de torneios nacionais e vetar a competição continental de seleções, “o Governador João Doria solicitou ao secretário-geral da Confederação Brasileira de Futebol, Walter Feldman, que busque alternativas para a realização da Copa América fora do Estado de São Paulo”, diz em nota a assessoria de imprensa do governo.

“Temos a Copa do Brasil e o Brasileirão. Se tivermos um discurso coerente, temos que parar o futebol em São Paulo, então. Temos de ser coerentes”, declarou o governador ao defender a realização da Copa América no Brasil e antes de retroceder nas palavras. “Discriminar especificamente a Copa América porque é fruto de um entendimento do negacionista de Brasília seria nós perdermos o bom senso e análise”, completou Doria. “Obedecendo a todos os protocolos rigorosamente, não há razão para não ter um torneio aqui em São Paulo.”

A decisão de voltar atrás e vetar os jogos, segundo assessoria de imprensa do governador, ocorreu “após ampla consulta aos membros do Centro de Contingência do Coronavírus do Estado sobre os efeitos da realização da competição sul-americana em São Paulo”.

Segundo o presidente da República, Jair Bolsonaro, quatro estados brasileiros já se prontificaram para receber partidas da Copa América. Bolsonaro afirmou que os governos do Distrito Federal, do Rio de Janeiro, do Mato Grosso do Sul e de Goiás já deram sinal verde para a realização da competição.

“Pelo que tudo indica, prezado Queiroga, seguindo os mesmos protocolos [de outros eventos esportivos na América do Sul], o Brasil sediará a Copa América. Parabéns ao Ministério da Saúde, aos ministros envolvidos bem como à CBF”, disse o presidente em evento no Ministério da Saúde.

“Acabamos a primeira fase da Libertadores, foram aproximadamente 80 jogos na América do Sul sem problema nenhum e a segunda fase já está anunciada para próxima semana. Começamos agora na sexta-feira o jogo Brasil e Equador, eliminatórias da Copa do Mundo, sem problema nenhum”, completou Bolsonaro.

Com informações, Yahoo

 
Matérias Relacionadas