Animação atômica: O menor filme do mundo

Pesquisadores publicam a animação “Um menino e seu átomo”, com magnificação de 100 milhões

Cientistas publicaram o menor filme do mundo em 1º de maio, uma animação que utiliza átomos ao invés de modelos de plasticina (massa de modelar), CGI (imagens geradas por computador) ou desenhos.

Pesquisadores da IBM usaram um microscópio ganhador do Prêmio Nobel para capturar imagens de átomos numa ampliação de mais de 100 milhões.

Os criadores do filme, intitulado “Um menino e seu átomo”, dizem que suas credenciais como o menor filme do mundo já foram verificadas pelo Livro Guinness dos Recordes.

O curta-metragem de cerca de 250 quadros mostra um menino brincando com uma bola. A bola é de fato um único átomo.

Os átomos de cobre foram manipulados por uma agulha que “sente” os átomos e é capaz de puxá-los ou deslocá-los para locais específicos.

“Capturar, posicionar e modelar os átomos para criar um filme original no nível atômico é uma ciência exata e totalmente original”, disse Andreas Heinrich, o investigador principal da IBM Research, num comunicado. “Este filme é uma forma divertida de compartilhar o mundo de escala atômica na abertura de um diálogo com alunos ou outros sobre as novas fronteiras da matemática e da ciência.”

Mas a filmagem em escala atômica não estará disponível para filmes caseiros ainda.

O equipamento “pesa duas toneladas e opera a uma temperatura de 268º negativos”, disse Christopher Lutz num comunicado. “A capacidade de controlar a temperatura, a pressão e as vibrações em níveis exatos torna nosso laboratório de pesquisa da IBM um dos poucos no mundo em que átomos podem ser movidos com tal precisão.”

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas