Alec Baldwin entrega celular em meio a investigação sobre tiroteio que levou a morte no set de ‘Rust’

Baldwin postou vídeo no Instagram no qual afirmou estar preocupado em proteger sua privacidade

Por Mimi Nguyen Ly 

Alec Baldwin entregou seu celular aos investigadores como parte de uma investigação sobre o fatal tiroteio no set de filmagem de “Rust” no Novo México.

O Gabinete do Procurador Distrital de Santa Fe confirmou a vários meios de comunicação na sexta-feira, que Baldwin deu o telefone a policiais no condado de Suffolk, em Nova Iorque, o quais coletarão informações do telefone e as fornecerão ao Gabinete do Xerife do Condado de Santa Fe, no Novo México.

O detetive de Santa Fe que lidera a investigação obteve o mandado de busca para o iPhone do ator em meados de dezembro de 2021 para analisar mensagens de texto, e-mails e outras informações relevantes.

A detetive afirma que solicitou o mandado porque suspeitos, vítimas e testemunhas “muitas vezes fazem e/ou recebem telefonemas e/ou mensagens antes, durante e/ou após a prática do(s) crime(s)”.

Isso ocorreu após um comunicado de quinta-feira do Gabinete do Xerife do Condado de Santa Fe que declarou que Baldwin não cumpriu um mandado de busca solicitando que ele entregasse o telefone e que um promotor do Novo México estava agora trabalhando com o advogado do ator para obtê-lo.

O advogado de Baldwin, Aaron Dyer, relatou mais tarde que chegou a um acordo com as autoridades do Novo México para entregar o telefone depois que medidas foram tomadas para proteger a privacidade do ator em assuntos não relacionados à investigação de “Rust”.

“O telefone do Sr. Baldwin está sendo entregue esta semana para revisão”, afirmou Dyer em comunicado. “O Sr. Baldwin continuou a cooperar com as autoridades e qualquer sugestão em contrário é simplesmente falsa”.

Na semana passada, Baldwin postou um vídeo no Instagram no qual afirmou estar preocupado em proteger sua privacidade, mas que atenderia ao pedido de entrega de seu telefone.

Baldwin é acusado de ter atirado fatalmente na cinegrafista Halyna Hutchins no dia 21 de outubro de 2021, enquanto ensaiava no set de filmagem de “Rust”, em um rancho nos arredores de Santa Fe, no norte do Novo México.

O ator de 63 anos afirmou anteriormente que recebeu uma pistola antiga para o ensaio, e ela disparou durante o ensaio. A arma disparou um projétil real, que matou a cinegrafista Halyna Hutchins, de 43 anos, e feriu, o diretor de “Rust”, Joel Souza, de 48 anos.

Em entrevista à George Stephanopoulos da ABC, que foi ao ar dia 02 de dezembro, Baldwin, o produtor do filme, declarou que não puxou o gatilho da arma quando ela disparou.

O promotor do Novo México que supervisiona o caso afirma que algumas pessoas que manuseiam armas no set podem enfrentar acusações criminais relacionadas à morte de Hutchins.

A Reuters contribuiu para esta reportagem.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
Matérias Relacionadas