Al-Qaeda avisa que serão feitos novos ataques na França

A Al-Qaeda prometeu hoje (10) novos ataques na França num vídeo colocado na internet e detectado pelo serviço norte-americano de vigilância de sites islâmicos na internet (SITE).

Leia também:
Prisão de ativistas cubanos provoca tensões com EUA
Instrutor de surf abandona profissão e se engaja na luta contra grupo terrorista ISIS
Facebook e Twitter são acusados por muçulmanos na Inglaterra de permitir ‘islamofobia’ dos usuários

Numa mensagem de vídeo, Harith al-Nadhari, especialista na “sharia” (lei islâmica) na Península Arábica, avisou que a população francesa “não estará em segurança, enquanto combater Alá e a sua mensagem aos crentes”. Os suspeitos do ataque ao jornal satírico francês Charlie Hebdo, que fez 12 mortos e 11 feridos, afirmaram pertencer à célula da Al-Qaeda da Península Arábica (Iêmen). A França registrou, desde quarta-feira, três incidentes violentos, que começaram com um atentado à sede do jornal Charlie Hebdo, em Paris.

Os dois suspeitos do ataque, os irmãos Said Kouachi e Cherif Kouachi, de 32 e 34 anos, foram mortos nos confrontos com a polícia, depois de terem se entrincheirado numa gráfica, em Dammartin-en-Goële, nos arredores de Paris, cercados por uma gigantesca operação das forças de segurança.

 
Matérias Relacionadas