Advogado ingressa no STF com Reclamação Constitucional contra Moraes

Por Rayla Alves – Terça Livre

Segundo o jornal Cidade Online, o advogado Paulo Faria propôs nesta segunda-feira (28), uma reclamação constitucional contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes.

A independência entre os poderes começou a ruir após Alexandre de Moraes barrar a nomeação de Alexandre Ramagem para a diretoria-geral da Polícia Federal em abril.

À época, o então ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro alegou que o presidente Jair Bolsonaro estava querendo interferir na independência da PF, mesmo sendo uma prerrogativa do chefe do executivo.

O episódio abriu precedentes para que outras decisões consideradas monocráticas fossem tomadas e inquéritos considerados inconstitucionais fossem criados como 4781 e o 4828.

Por meio dos processos ilegais, jornalistas, ativistas e até humoristas tiveram suas residências invadidas pela polícia por criticarem as ações do STF nas redes sociais. A ativista Sara Winter, o jornalista Oswaldo Eustáquio e outros apoiadores do presidente chegaram a ser presos.

Pelas redes sociais o advogado relatou a ação contra Moraes. “Acabo de protocolar no STF uma ‘Reclamação Constitucional’ ao Presidente Luiz Fux requerendo ACESSO INTEGRAL E IRRESTRITO ao Inquérito 4781/DF e demais. Estamos há 122 dias sem acesso à sua íntegra. O SIGILO é total… até para o advogado fazer a defesa do seu cliente.” Disse.

 

Apoie nosso jornalismo independente doando um “café” para a equipe.

Veja também:

 
Matérias Relacionadas