Publicado em 03/08/2016 às 14:01 - Atualizado em 03/08/2016 às 14:01

Mais de 100 pessoas fogem por dia da Venezuela para a Colômbia

A informação foi divulgada por autoridades colombianas nesta segunda-feira

Milhares de venezuelanos cruzam a fronteira com a Colômbia para comprar bens de consumo que estão escassos na Venezuela (Gabriel Barrero/Agência Lusa)

Milhares de venezuelanos cruzam a fronteira com a Colômbia para comprar bens de consumo que estão escassos na Venezuela (Gabriel Barrero/Agência Lusa)

Na tentativa de escapar da crise social, econômica e política que se abate sobre a Venezuela, mais de 100 pessoas entram todos os dias na cidade colombiana de Barranquilla. A informação foi divulgada por autoridades da Colômbia nesta segunda-feira (1º).

Colombianos que possuem filhos na Venezuela constituem a maior parte das famílias que entram na capital do Departamento (Estado) de Atlántico, de acordo com o procurador municipal de Barranquilla, Jaime Pugliese.

“Desde o início de julho, em média, a cada dia são 25 núcleos familiares que se apresentam pela primeira vez à procuradoria para solicitar ajuda e assessoria”, destacou Pugliese. O funcionário informou também que sobretudo para suprir suas carências quanto à saúde é o que faz as pessoas se encaminharem para a entidade.

Leia também:
Relator dá parecer favorável ao impeachment de Dilma
Reforma da Previdência vai afetar mais quem tem até 50 anos
Raposo Shopping recebe exposição de arte com foco em direitos humanos na China

Em agosto do ano passado, o presidente venezuelano Nicolás Maduro mandou que a passagem entre o Departamento de Norte de Santander e o Estado de Táchira fosse fechada. Depois, fez o mesmo com relação a outras localidades comuns da longa fronteira entre os dois países, como uma de várias medidas no combate ao narcotráfico e paramilitares.

Nesta quinta-feira (4), a chanceler colombiana, María Ángela Holguín, deve se encontrar, em local a ser ainda combinado, com a também chanceler da Venezuela, Delcy Rodríguez, para estudar as chances de reabertura da fronteira.

Mais de 150 mil venezuelanos tiveram permissão das autoridades colombianas, nos finais de semana dos dias 9 e 16 de julho, para ingressar por diversos trechos da fronteira para conseguir comida e medicamentos.

Todo conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada. Para reproduzir a matéria, é necessário apenas dar crédito ao Epoch Times em Português e para o repórter da matéria.
Leia a diferença. Epoch Times Todos os direitos reservados © 2000-2016