Publicado em 09/02/2017 às 0:06 - Atualizado em 09/02/2017 às 0:07

Governador do Rio, Pezão, é cassado pelo TRE

Produção irregular de material de campanha. Chapa Pezão-Dornelles recorrerá ao TSE e ainda governa

O governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão ainda fica no cargo até esgotarem-se os recursos (Marcos Oliveira/Agência Senado)

O governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão ainda fica no cargo até esgotarem-se os recursos (Marcos Oliveira/Agência Senado)

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro cassou nesta quarta-feira (8) o mandato do governador Luiz Fernando Pezão e de seu vice, Francisco Dorneles, por mais de R$ 10 milhões de gastos de campanha não declarados. Por 3 votos a 2, o órgão acatou ação movida pelo Ministério Público Eleitoral, protocolada pelo PSOL, contra a chapa por material de campanha sem prestação de contas em 2014. A desembargadora eleitoral Fernanda Tórtima, que havia pedido vista do processo na segunda-feira, se declarou hoje impedida de julgá-lo.

A Procuradoria Regional Eleitoral no Rio de Janeiro explanou também que algumas das gráficas implicadas vieram a receber isenções compatíveis aos valores das doações. O placar foi o mesmo para a sucessão do governo: 3 a 2 pela eleição direta. A outra opção era eleição indireta. Pezão ainda permanece no cargo e tem três dias para recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral e ao Supremo Tribunal Federal. A situação de seu mandato será definida quando não couber mais recurso.

Todo conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada. Para reproduzir a matéria, é necessário apenas dar crédito ao Epoch Times em Português e para o repórter da matéria.
Leia a diferença. Epoch Times Todos os direitos reservados © 2000-2016